Euro2020: Espanha e Suécia medem forças separados por 700 milhões de euros

Espanhóis são a única seleção a vencer dois europeus consecutivos, mas pela frente vão ter um conjunto sueco com quem já se cruzaram na fase de qualificação.

crédito: uefa.pt

O Estádio Olímpico de Sevilha é o palco para a estreia da seleção de Espanha neste Euro2020 frente à Suécia, em jogo do Grupo E marcado para as 20h00 desta segunda-feira, 14 de junho. Um encontro de velhos conhecidos, dado que os dois conjuntos defrontaram-se na fase de qualificação com uma vitória dos espanhóis e um empate.

De resto, o favoritismo de ‘La Roja’ também se vê fora das quatro linhas com os convocados do técnico Luís Enrique a terem um valor global de mercado de 915 milhões de euros, contra os 215 milhões dos suecos.

Esta vai ser a segunda vez que as duas seleções vão medir forças numa fase final de um campeonato da Europa. A primeira aconteceu também a 14 de junho de 2008 e terminou com um triunfo da Espanha, com golos de Fernando Torres e David Villa aos 90 minutos, com Zlatan Ibrahimovic a marcar para a Suécia.

Frente-a-frente

Das várias estrelas que integram esta constelação espanhola, o médio Marcos Llorente é aquele com maior valor de mercado, 80 milhões de euros. O jogador de 26 anos, campeão na última temporada pelo Atlético Madrid conta apenas com cinco internacionalizações, mas é uma das peças-chave do modelo tático de Luís Enrique.

No lado da Suécia e na ausência de Zlatan Ibrahimovic por lesão é o também avançado Alexander Isak o que tem uma avaliação de mercado mais expressiva, 40 milhões de euros. O jogador que curiosamente atua em Espanha ao serviço da Real Sociedad soma 22 internacionalizações e seis golos marcados.

Recomendadas

Votos físicos das últimas eleições do Benfica contados este mês, diz presidente da MAG

O presidente da Mesa da Assembleia-Geral do Benfica informou hoje que os votos físicos das últimas eleições do clube serão contados este mês e que a marcação da reunião extraordinária está dependente de autorização das autoridades de saúde.

Tóquio 2020: Os lucros de ouro dos atletas mais bem pagos presentes na competição

Jogadores da NBA dominam a lista, onde cabe também tenistas e um golfista. Receitas anuais atingem perto dos 300 milhões de euros.

Jogos Olímpicos: o que se pode esperar de Portugal no atletismo

As maiores esperanças da comitiva estão depositadas em Patrícia Mamona (triplo salto), Pedro Pablo Pichardo (triplo salto), e Auriol Dogmo (lançamento do peso). A assinalar também Liliana Cá (lançamento do disco) que tem marca no top 10 mundial.
Comentários