Europa fecha semana com ganhos impulsionados pelo sector automóvel e indústria alemã

O sector automóvel destacou-se nos ganhos num dia em que a Europa fechou no verde, depois do anúncio do BCE quanto às taxas de juro e dos dados animadores quanto à indústria na Alemanha.

Porsche

O PSI 20 fechou a sessão de sexta-feira no verde, em linha com as principais praças europeias, que terminaram a semana com ânimo renovado trazido pela decisão do Banco Central Europeu de quinta-feira, juntamente com os dados positivos relativos à indústria alemã e ao sector automóvel.

A praça lisboeta encerrou a ganhar 1,21%, chegando aos 5.076 pontos. Em Madrid, o IBEX 35 subiu 1,11% até aos 8.717 pontos, enquanto o CAC 40, de Paris, valorizou 1,35% até aos 6.569 pontos. Em Frankfurt, o DAX 30 subiu 1,00%, fechando nos 15.669 pontos, enquanto em Londres o FTSE 100 subiu 0,85%, encerrando nos 7.028 pontos.

Destaque em Lisboa para a Semapa, cujo título avançou 5,8% na última sessão da semana. Também NOS e CTT registaram valorizações assinaláveis, com 3,7% e 3,3%, respetivamente. Do lado das perdas, a EDP Renováveis destacou-se ao recuar 1,1%, com a Ibersol a perder também 0,7%.

O índice pan-europeu STOXX 600 chegou aos 461,74 pontos, valorizando 1,14% até atingir um novo máximo histórico.

Os índices europeus beneficiaram, por um lado, da forte prestação do sector automóvel durante o dia, com títulos como a Daimler ou a BMW a fecharem com ganhos de 5,54% e 2,33%, respetivamente, no DAX 30. Os títulos sectoriais automóveis no STOXX 600 valorizaram 2,50%, com os segmentos do consumo e de recursos naturais a seguirem-se, ambos avançando 1,64%.

Os bons resultados da indústria automóvel cotada em Frankfurt são também explicados, em parte, pelos dados animadores do inquérito aos gerentes de compras (PMI) alemães, que atingiu a leitura mais elevada em quase 25 anos, animando os investidores.

Recomendadas

EDP, Galp e BCP impulsionam bolsa de Lisboa

Galp dispara mais de 2% liderando os ganhos no PSI 20. Investidores vão estar hoje atentos à reunião da reserva federal norte-americana.

Wall Street fecha mista no primeiro dia de reunião da Fed

A Uber disparou 11% depois de informar que prevê que o EBITDA ajustado da empresa possa ser positivo em 25 milhões de dólares (cerca de 21 milhões de euros), o que representa uma melhoria face à perda antes estimada de 100 milhões de dólares (perto de 85 milhões de euros).

Moody’s sobe rating da CP

“A subida tem em conta as fortes ligações entre a Comboios de Portugal e o soberano, do qual recebe um apoio financeiro considerável”, considerou Francesco Bozzano, o analista da empresa na agência norte-americana, onde tem o cargo de analista vice-presidente-sénior.
Comentários