Exclusivo JE: Daniel Ferro é o novo presidente do Centro Hospitalar Lisboa Norte

Carlos Martins, Presidente do Centro Hospitalar e Universitário de Lisboa Norte, será substituído à frente da instituição por Daniel Ferro, presidente do Conselho de Administração do hospital Garcia de Orta, apurou o Jornal Económico.

Carlos Martins, presidente do Centro Hospitalar e Universitário de Lisboa Norte ( que integra o Hospital de Santa Maria e o Hospital de Pulido Valente) será substituído à frente da instituição por Daniel Ferro, presidente do Conselho de Administração do hospital Garcia de Orta.

Carlos Martins era presidente do Conselho de Administração do Centro Hospital Lisboa Norte (CHLN) desde fevereiro de 2013, tendo sido reconduzido no cargo em abril de 2016.

O mandato de Carlos Martins teria terminado a 31 de dezembro de 2018 e a mudança já era esperada.

O Jornal Económico apurou ainda que Ana Escoval, presidente do conselho de administração do Centro Hospitalar Lisboa Central, será substituída por Rosa Matos Zorrinho.

Relacionadas

Governo substitui presidente do Hospital de Santa Maria

Presidente do Centro Hospitalar e Universitário de Lisboa Norte, Carlos Martins, será substituído à frente da instituição que gere um dos maiores hospitais do país.
Recomendadas

Santos Silva: “Não queremos em Portugal pessoas que possam constituir uma ameaça”

Donald Trump apelou aos países europeus para repatriarem e julgarem os seus combatentes do grupo extremista Estado Islâmico (EI) detidos na Síria. Esta foi a resposta do Governo português.

Moção de censura: PSD foi “arrastado” pelo CDS-PP

Citando vários comentadores políticos, António Costa disse também que, pelas circunstâncias, “é manifesto que a moção do CDS-PP vise menos o Governo e mais o conjunto dos partidos à direita, desde logo o PSD, assim como novos partidos emergentes como a Aliança e o Chega”.

Ministros europeus dos Negócios Estrangeiros reúnem-se para discutir alterações climáticas

Os ministros dos Negócios Estrangeiros da UE juntam-se hoje para debater a visão estratégica a longo prazo da Comissão para uma Europa neutra em termos de clima e apelam para uma acção urgente e decisiva para reforçar a resposta global face às alterações climáticas.
Comentários