Exportações chinesas caem 1,1% em novembro

Em contrapartida, no prato das importações verificou-se um crescimento, embora residual.

Alfred Cheng Jin/Reuters

As exportações chinesas caíram 1,1% em novembro em relação ao mesmo mês de 2018, refletindo o impacto da guerra comercial com os EUA, de acordo com dados publicados hoje pela Administração Geral das Alfândegas.

Contudo, as importações da China cresceram pela primeira vez desde abril passado (0,3%), em relação ao ano anterior.

O excedente do comércio externo chinês caiu para 38.730 milhões dólares (35 mil milhões de euros) em novembro, contra os 42.911 milhões de dólares (38,8 mil milhões de euros) registados em outubro.

Recomendadas

Receita fiscal sobe para 47.408 milhões de euros

Em ano de excedente orçamental, o Governo espera receber mais 1.276 milhões de euros do que em 2019. As receitas do IVA continuam a representar a principal fatia dos 26.878 milhões de euros estimados para os impostos indirectos.

Orçamento com poucas alterações

Para as famílias portuguesas, e em matéria de IRS, a Proposta de Lei do OE 2020 não contempla alterações com um impacto significativo.

Jaime Esteves: “Dedução fiscal para jovens que saem de casa dos pais tem impacto pequeno”

O fiscalista Jaime Esteves defende que o agravamento sucessivo da tributação do alojamento local é um dos problemas da política fiscal e que Portugal pode matar a ‘galinha dos ovos de ouro’ da recuperação económica.
Comentários