Exportações portuguesas para Londres abrandam 0,2% até novembro para 3.383 milhões de euros

As exportações de bens portugueses para o Reino Unido abrandaram 0,2% até novembro, face a igual período de 2018, para 3.383 milhões de euros, enquanto as importações subiram 13,2% para 1.972 milhões de euros.

De acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), até novembro do ano passado, o saldo da balança comercial era positivo para Portugal em 1.411 milhões de euros.

O Reino Unido é o quarto cliente de Portugal e o seu oitavo fornecedor.

A saída do Reino Unido da UE está prevista para 31 de janeiro, às 23:00 (locais e GMT) da UE, iniciando-se então um período de transição até 31 de dezembro de 2020, durante o qual os britânicos continuarão a aplicar e a beneficiar das regras europeias, mas sem estarem representados nas instituições europeias nem o direito de intervir nas suas decisões.

Portugal é o 31.º cliente do Reino Unido e seu 27.º fornecedor, de acordo com dados do ITC – International Trade Centre.

Em 2018, havia 3.033 empresas portuguesas a exportar para o Reino Unido, mais 129 (2.904) do que em 2017, seguindo a tendência dos últimos anos.

Em 2014, o número de operadores económicos a exportar para o Reino Unido ascendia a 2.618.

Entre 2014 e 2018, as exportações de bens portugueses para Londres aumentaram 5,8% para 3.668 milhões de euros e as importações subiram 1,1% para 1.892 milhões de euros.

Entre o grupo de produtos mais importados estão as máquinas e aparelhos (peso de 19,8% em 2018), veículos e outro material de transporte (18,8%), metais comuns (8,3%) e vestuário (7,1%).

Do lado das importações, as máquinas e aparelhos ocupam o primeiro lugar (peso de 24,5% em 2018), seguidas dos químicos (22,6%), dos veículos e outro material de transporte (11,7%) e metais comuns (10,9%).

As exportações de serviços registaram um aumento de 7,6% até outubro último, face a igual período de 2018, para 4.906 milhões de euros, e as importações cresceram 26,8% para 1.758 milhões de euros, o que corresponde a um saldo da balança comercial positivo de 3.147 milhões de euros para Lisboa.

No total, as exportações de bens e serviços portugueses para Londres até outubro subiram 5% para 8.020 milhões de euros e as importações avançaram 20,7% para 3.586 milhões de euros, o que corresponde a um saldo da balança comercial positivo para Portugal em 4.434 milhões de euros.

Relativamente às receitas de turismo do Reino Unido em Portugal até outubro, de acordo com dados do Banco de Portugal, estas subiram 7,8% para 2.931 milhões de euros.

Ler mais

Recomendadas

Endividamento da economia aumentou 3,1 mil milhões de euros em 2019

O endividamento da economia aumentou em termos nominais no final de 2019, face a igual período de 2018. No entanto, em percentagem do Produto Interno Bruto (PIB) caiu de 352,1% para 341,2%.

Dívida pública caiu para 118,2% em 2019, abaixo das estimativas do Governo

A dívida pública na ótica de Maastricht prossegue uma trajetória descendente, já que diminuiu face aos 122,2%, registados em 2018. Fixou-se ainda abaixo dos 118,9% esperados pelo Governo.

Isabel dos Santos impugna arresto de contas bancárias em Portugal

A empresária diz que não consegue pagar salários, ao fisco, Segurança Social e a fornecedores. Adianta ainda que as empresas nas quais detém participação maioritária têm empréstimos por reembolsar, no valor de 180 milhões de euros, tendo já reembolsado 391 milhões.
Comentários