Tecnológicas obrigam Wall Street a encerrar misto

Os principais índices bolsistas do outro lado do Atlântico encerraram a sessão desta segunda-feira em misto. O industrial Dow Jones regista maior subida, crescendo 1,30% para 27,791.44 pontos.

Lucas Jackson/Reuters

A Bolsa de Nova Iorque encerrou a sessão desta segunda-feira em misto, numa altura em que os Estados Unidos ultrapassaram os cinco milhões de casos de Covid-19 e Donald Trump falha um acordo com o Congresso sobre os novos estímulos para a economia.

Assim, o S&P 500 sobe 0.29% para 3,360.96 pontos, ficando cerca de 1% abaixo de bater um recorde histórico, o tecnológico Nasdaq perde 0,39% para 10,968.36 pontos, e o industrial Dow Jones cresce 1,30% para 27,791.44 pontos.

Os maiores ganhos desta sessão registam-se entre a Boeing que sobe 5,52% para 179.40 dólares, a Catterpillar que ganha 5,26% para 142 dólares e a Nike que aumenta 3,48% para 105.40 dólares. No sentido inverso, surgem a Microsoft que desliza 1,95% para 208.33 dólares, a Disney que perde 0,89% para 128.78 dólares e Coca Cola que cai 0,17% para 47,72 dólares.

Entre as grandes tecnológicas, a Apple foi a única a viver um dia positivo, ganhando 1,45%. A Amazon recuou 0,61%, a Alphabet, mãe da Google, cedeu 0,10% e o Facebook perdeu 2,03%

 

Recomendadas

Bolsas europeias em correção. BCP e Galp pressionam PSI-20

Praças europeias fecham em correcção esta terça-feira, com perdas. PSI-20 recuou 1,35%, pressionado pelo BCP e pela energia. Queda do Brent penalizou a Galp.

Investidores indecisos em Wall Street aguardam primeiro debate entre Biden e Trump

Em Wall Street, o industrial Dow Jones desce 0,29% para 27,505.21 pontos, o generalista S&P recua 0,04% para 3,350.06 pontos e o tecnológico Nasdaq ganha 0,07% para 11,125.46 pontos.

BCP e Altri continuam a manter PSI 20 no ‘vermelho’

Praça lisboeta está agora a cair 0,57%, para 4.064,71 pontos nesta terça-feira, seguindo a tendência das suas congéneres europeias.
Comentários