Félix ou Félis? Calma, o João explica

Félis e Félix. A questão sobre como se pronuncia o apelido do internacional português que alinha pelo Atlético de Madrid continua a gerar controvérsia nas redes sociais.

A forma como se pronuncia o apelido de João Félix tem gerado alguma controvérsia desde que o jovem jogador começou a fazer-se notar na equipa principal do SL Benfica, após a chegada de Bruno Lage e é agora uma das figuras de relevo do Atlético de Madrid treinado por Diego Simeone.

Enquanto alguns jornalistas e comentadores desportivos pronunciam o apelido do agora jogador do Atlético de Madrid como ‘Félis’, quando ainda pertencia ao Benfica, João Félix assumiu que o seu apelido se lê como se escreve.

A entrevista à Benfica TV data de maio mas tem voltou a surgir nas redes sociais devido à forma como os internacionais teimam em dizer o seu nome. O jornalista da BTV iniciou a entrevista com uma “curiosidade”, de forma a colocar os pontos certos nos i’s.

“Muitos já me disseram que era ‘Félis’ mas eu continuo com a minha ideia e como os meus pais me ensinaram, que era João Félix”, sustenta o jogador de 19 anos, e cuja progenitora é professora, reafirmando que “é João Félix que tem de ser”.

O site Ciberdúvidas da Língua Portuguesa, criado pelo ISCTE, sustenta que “a sílaba final [de Félix] pronuncia-se como a sílaba final da palavra lápis”, uma vez que entrou “muito cedo, ainda na fase da formação da língua”.

António Bagão Félix obedece à regra do Ciberdúvidas e não aceita que atropelem a pronuncia do seu apelido. O antigo ministro das Finanças faz questão de corrigir quando pronunciam mal o seu nome, relembrando que é Bagão [Félis].

O economista insiste em corrigir quem pensa que a terminação do seu apelido se lê como o jogador do Atlético de Madrid e jogador da seleção das quinas.

Recomendadas

Nem os jogadores do FC Barcelona escapam às manifestações. Rakitic ficou apeado na saída do aeroporto

O jogador chegou ao aeroporto de El Prat depois de ter jogado pela seleção da Croácia no domingo frente ao País de Gales, mas viu-se sem transportes para o levar a casa. Resultado: fez o caminho para sua casa a pé .

Crise com a China pode levar NBA a perder 450 milhões de euros num ano

A defesa da liberdade dos cidadãos de Hong Kong por parte do diretor-geral dos Houston Rockets abriu uma ‘ferida’, que já levou ao cancelamento dos jogos da equipa do Texas, que pode perder 22 milhões de euros em patrocínios.

Futebol numa Catalunha dividida: Barcelona critica prisão de independentistas. Espanyol pede “respeito pela legalidade”

FC Barcelona, conhecido pelas suas posições mais independentistas, criticou a prisão dos independentistas. Já o Espanyol, que defende uma Espanha unida, pede respeito pelas leis do país.
Comentários