“Festa do Avante? Tem que haver cumprimento das regras vigentes”, garante Governo

“Decisão é da exclusiva responsabilidade da organização mas tem que haver cumprimento das regras vigentes sem qualquer exceção: por exemplo, espaços de alimentação e de atividades culturais têm que cumprir as mesmas regras dos outros espaços a nível nacional”, garantiu Mariana Vieira da Silva.

A Festa do Avante terá que se realizar com base no cumprimento das regras “vigentes” fora do recinto do evento, enfatizou esta quinta-feira a ministra da Presidência Mariana Vieira da Silva na conferência de imprensa após a realização do Conselho de Ministros.

“Fora do Estado de Emergência, a Constituição não pode proibir nenhuma atividade política. A decisão é da exclusiva responsabilidade da organização mas tem que haver cumprimento das regras vigentes sem qualquer exceção: por exemplo, espaços de alimentação e de atividades culturais têm que cumprir as mesmas regras dos outros espaços a nível nacional.A DGS está a trabalhar com a organização do Avante”.

A ministra da Saúde defendeu esta quarta-feira que a lotação da Festa do Avante!, organizada pelo PCP, terá este ano que ser inferior à capacidade máxima de 100 mil pessoas do recinto no Seixal, por causa da covid-19.

“É evidente que estamos a falar, teremos que falar de outros números”, declarou Marta Temido na conferência de imprensa de acompanhamento da pandemia, acrescentando: “compreendo que se fale de um número de 100 mil, na medida do que será a licença de utilização, mas estamos num momento específico, num contexto específico”.

A ministra assegurou que à organização da Festa do Avante! “não será permitido o que está proibido nem proibido o que está permitido” e que “não haverá exceções” às regras adotadas pelas autoridades de saúde para conter o contágio pelo novo coronavírus.

Relacionadas

“Lotação reduzida no Avante”? “É igual ao Estádio do Porto ou do Sporting completamente cheios”, critica Rui Rio

O presidente do PSD diz estar a aguardar “com expectativa” qual a redução da lotação máxima da festa do PCP, referindo que metade de 100 mil é o mesmo que um estádio do Sporting ou do FC Porto cheios.

Lotação da Festa do Avante terá que ser inferior à capacidade total, garante Marta Temido

“É evidente que estamos a falar, teremos que falar de outros números”, declarou Marta Temido na conferência de imprensa de acompanhamento da pandemia, acrescentando: “compreendo que se fale de um número de 100 mil, na medida do que será a licença de utilização, mas estamos num momento específico, num contexto específico”.

DGS sobre a festa do Avante: “Está a decorrer uma avaliação do caráter técnico”

O sub-diretor geral de saúde salientou que este é um “evento complexo” e que “exige o seu tempo de análise por parte da DGS e da formulação de todos os planos de contingência por parte da entidade promotora”.
Recomendadas

PCP alerta para “instabilidade social” caso OE2021 não responda aos problemas nacionais agravados pela Covid-19

O líder comunista alerta que os “dramas sociais” vão aumentar devido à pandemia da Covid-19 e exorta o Governo a “valorizar salários e dos direitos”. E avisa: PCP não está disponível para negociar com quem “ameace com crises políticas” sem apresentar propostas concretas para os problemas nacionais.

“Foi no CDS-PP que conheci o pior da sociedade”. Ex-candidato à liderança do partido anuncia desfiliação

Sem esclarecer os motivos que levaram à saída do CDS-PP, ao fim de quase 20 anos de militância, Carlos Meira diz que foi entre os democratas-cristãos que conheceu “o pior da sociedade e da natureza humana”, mas garante que nunca conseguiram “calar” a sua voz.

Deputada Cristina Rodrigues pede ao Governo que crie Rendimento Básico Incondicional

A iniciativa visa assegurar que todos os cidadãos, independentemente da sua situação financeira ou profissional, tenham direito a uma prestação mínima de subsistência, “sem prova de meios ou obrigação de trabalhar”. A ex-deputada do PAN diz que a medida é ainda mais premente tendo em conta a crise provocada pela pandemia da Covid-19.
Comentários