Fique a saber tudo sobre o pagamento com recurso ao cartão de crédito

Destacamos o facto de os cartões de crédito continuarem a ser  uma das formas de financiamento mais onerosa, existindo outras formas de crédito com taxas de juro mais reduzidas consoante a finalidade. O consumidor de estar atento às condições que tem contratadas e acompanhar o mercado para avaliar se o contrato que tem se adequa ao seu perfil e à oferta.

Num contrato de cartão de crédito, a instituição de crédito disponibiliza ao consumidor um limite máximo de crédito que pode ser utilizado, o que se chama de plafond.

O crédito concedido através do cartão considera-se crédito renovável ou crédito revolving, atendendo a que consoante o consumidor paga os valores anteriormente utilizados, o plafond volta a ficar disponível para uma nova utilização.

Os valores em dívida no cartão de crédito só surgem depois de o cartão ser utilizado e, por isso, o plano de reembolso não está definido à partida, como acontece por exemplo num crédito pessoal.

Modalidades de reembolso do crédito

É essencial que o consumidor e o banco ou instituição de crédito acordem previamente uma modalidade de reembolso para o montante de crédito utilizado, bem como a data em que esse reembolso deve ocorrer.

O consumidor deve estar ciente que quanto menos pagar por mês, maior será o peso dos juros e maior será o período temporal de pagamento da totalidade do montante em dívida.

Recordamos que o consumidor pode optar por:

  • Efetuar o pagamento integral (sem juros), ou seja pagar 100%;
  • Efetuar o pagamento parcial, acordando o montante ou percentagem mínima a pagar na data-limite, que implica o pagamento de juros.

Período de crédito sem/com juros

Independentemente da modalidade de reembolso acordada, há cartões de crédito que incluem um período de crédito sem juros (free-float). Estes cartões podem ser:

  • Cartão com período de free-float – permite a utilização de crédito sem juros durante o período que corresponde ao tempo entre a data de compra do bem ou serviço e a data de pagamento do saldo do cartão. Os juros são contabilizados a partir da data de emissão do extrato mensal, caso o consumidor não reembolse a totalidade dos montantes em dívida;
  • Cartão sem período de free-float – em pelo menos uma modalidade de pagamento, não permite a utilização de crédito sem juros. Os juros sobre os montantes que não são pagos na data acordada são contabilizados a partir do momento da utilização do cartão.

Mensalmente, a instituição de crédito deve emitir um extrato com o montante de crédito utilizado e com a indicação da data de pagamento. O consumidor deve estar atento a todas as informações que contam neste extrato.

Destacamos o facto de os cartões de crédito continuarem a ser  uma das formas de financiamento mais onerosa, existindo outras formas de crédito com taxas de juro mais reduzidas consoante a finalidade. O consumidor de estar atento às condições que tem contratadas e acompanhar o mercado para avaliar se o contrato que tem se adequa ao seu perfil e à oferta.

Informe-se connosco.

Procure-nos em: DECO MADEIRA na Loja do Munícipe do Caniço, Edifício Jardins do Caniço loja 25, Rua Doutor Francisco Peres; 9125 – 014 Caniço; deco.madeira@deco.pt; ou contacte-nos para o número: 968 800 489.

Ler mais
Recomendadas

Procura por montes, terrenos, quintas e casas rurais dispara depois do confinamento

Montes e casas rurais registaram um aumento na procura de 60% e 50%, respetivamente.

Spreads abaixo de 1%. Esta é a altura ideal para comprar casa ou renegociar crédito, diz portal de finanças pessoais

O portal de finanças pessoais “Doutor Finanças” realça que os spreads atualmente praticados pelos bancos encontram-se mais baixos, especialmente se comparados com as operações realizadas entre 2011 e 2016. A empresa recomenda que agora é a melhor altura para renegociar o crédito à habitação.

Poupe mais no consumo de água. Seja um consumidor mais poupado e sustentável

Incentive à poupança de água em família, adote desde já estes hábitos e verá que o valor da sua fatura diminui significativamente, sem falar dos benefícios a nível ambiental.
Comentários