PremiumFisco avança com execuções a 500 advogados com dívidas à Ordem

Advogados que tenham quotas em atraso e não pagarem voluntariamente podem ser alvo de ações executivas. Já foram formalizadas 500 execuções fiscais junto da AT nas duas mil interpelações feitas pela Ordem.

Dois mil advogados com quotas por pagar à Ordem dos Advogados (OA) arriscam-se a alvo de ações executivas para liquidar uma dívida de 5,5 milhões de euros. Este é o número de causídicos que foram já interpelados pela Ordem para pagarem valores em falta, com proposta de acordo para pagamento a prestações. Caso não haja acordo extrajudicial, serão propostas ações executivas à Autoridade Tributária (AT) que tem a competência para executar os devedores, revelou ao Jornal Económico fonte oficial da OA.

No total, são cerca de 14 mil advogados que têm quotas por pagar, num total que se aproxima dos sete milhões de euros. E “a Ordem interpelou dois mil associados para pagarem o montante de quota em dívida, propondo acordo para pagamento, e caso não haja este acordo serão propostas ações executivas junto da AT”, avançou ao JE fonte oficial da OA, liderada por Guilherme Figueiredo. A mesma fonte adianta que “foram já formalizadas cerca de 500 propostas de ações executivas, bem como 324 acordos com os associados para pagamento de dívidas fora do âmbito do processo executivo”.

Artigo publicado na edição semanal de 6 de setembro, de 2019, do Jornal Económico. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Recomendadas

Regulador cabo-verdiano apresenta normas sobre fundos de investimento e titularização de créditos

O objetivo é que o documento contribua para o desenvolvimento dos “pilares normativos fundamentais” do mercado de valores mobiliários de Cabo Verde.

Santander assessorou Finerge na compra de parques eólicos

Em comunicado enviado às redações, a Finerge, segundo maior produtor de energia eólica, revelou esta segunda-feira que adquiriu à Brookfield Renewable dois parques eólicos situados em Arganil e em Montalegre, reforçando assim a sua posição de operador de energias renováveis no país.

Nuno Magalhães e Pedro Ferros reforçam equipa da CLA Advogados

A CLA – Castro Caldas, Correia Lopes, Mendes de Almeida e Associados anunciou as entradas de Nuno Magalhães e de Pedro Ferros, como Of Counsel e novo sócio, respetivamente.
Comentários