FMI melhora previsões sobre Portugal e espera crescimento de 1,9% este ano

Projeção para 2020 também é revista em alta, embora a expectativa de desaceleração se mantenha. Portugal deve crescer 1,6% no próximo ano.

O FMI reviu esta terça-feira em alta as previsões sobre Portugal, antecipando que a economia cresça 1,9% este ano, em vez dos 1,7% projetados em abril.

No World Economic Outlook, a taxa de crescimento do PIB para 2020 também é alvo de uma melhoria,  embora a perpectiva de desaceleração se mantenha. Portugal deve crescer 1,6% no próximo ano, em vez de 1,5%.

Apesar de se manter a projeção de que a economia vai desacelerar  em 2020, Portugal é dos poucos países da Zona Euro em que as projeções de crescimento são alvo de uma melhoria.

O crescimento na região da moeda única é revisto em baixa nos dois anos, em larga medida devido ao desempenho menos positivo esperado da Alemanha.

Além de Portugal, apenas a Irlanda e a Lituânia vêem as suas perpetivas de crescimento serem revistas em alta quer para 2019 quer para 2020.

Desemprego em queda

O World Economic Outlook prevê também uma melhoria do mercado de trabalho em Portugal. Este o FMI antecipa que a taxa de desemprego anual fique em 6,1% em 2019, descendo para 5,6% no próximo.

O saldo da balança corrente deve ficar em terreno ligeiramente negativo nos dois anos (-0,6% em 2019 e -0,7% em 2020) e a inflação deve acelerar ligeiramente, passando de 0,9% este ano para 1,2% no próximo.

 

 

Ler mais

Relacionadas

FMI corta previsões de crescimento mundial para 3% este ano e 3,4% no próximo

Tensões comerciais, incerteza geopolítica, desaceleração dos mercados emergentes e baixa produtividade pressionam economia mundial, diz o FMI. Instituição liderada por Georgieva vê economias dos EUA e da China a crescerem menos este ano: 2,4% e 6,1%, respetivamente.

Travagem na Alemanha força FMI a cortar crescimento na zona euro: 1,2% em 2019

Organização antevê crescimento de 1,2% este ano e 1,4% no próximo, com impacto da desaceleração na Alemanha.

FMI melhora previsões sobre Portugal e espera crescimento de 1,9% este ano

Projeção para 2020 também é revista em alta, embora a expectativa de desaceleração se mantenha. Portugal deve crescer 1,6% no próximo ano.
Recomendadas

AICEP apresenta Acelerador das Exportações Online

A AICEP vai concentrar todo o seu trabalho de junho no objetivo fixado pelo Governo de promover as exportações. Na próxima terça-feira, o ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, vai acompanhar a apresentação da nova ferramenta de Inteligência Artificial que é colocada ao serviço dos exportadores nacionais, o “Acelerador das Exportações Online”.

Bancos têm até hoje para enviar ao regulador planos de prevenção do branqueamento de capitais

Os bancos têm até hoje para enviarem ao Banco de Portugal os planos de financiamento e os relatórios de prevenção do branqueamento de capitais e financiamento do terrorismo, depois dos prolongamentos dos prazos devido à covid-19. Numa situação normal, estes relatórios já deveriam ter sido enviados pelos bancos, mas o regulador e supervisor bancário anunciou a prorrogação dos prazos em abril, considerando que é de “particular importância” a qualidade da informação financeira e prudencial no atual contexto económico. O Banco de Portugal prolongou ainda, para 12 de junho, o reporte de informação financeira em base individual e o reporte de informação para fins de supervisão aplicável às sociedades financeiras, assim como a informação sobre empresas incluídas no perímetro de consolidação e sobre a evolução da carteira de crédito.

Proprietários tem até hoje para pagar primeira fase ou a totalidade do IMI

Os quase quatro milhões de contribuintes que receberam uma nota de liquidação do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) têm até hoje para efetuar o pagamento da primeira prestação ou da totalidade do imposto.
Comentários