Funchal: Coligação Confiança quer reforçar em 500 mil euros bolsas de estudo universitárias

As bolsas de estudo universitárias já beneficiam cerca de 1800 alunos por ano, o que representa um investimento de um milhão de euros, refere a Coligação Confiança.

A Coligação Confiança, que se candidata à Câmara do Funchal, liderada por Miguel Gouveia, quer reforçar em 500 mil euros as bolsas de estudo universitárias, e alargar esse apoio à investigação científica e cursos técnicos superiores profissionais.

As bolsas de estudo universitárias já chegam a cerca de 1800 alunos por anos, o que representa um investimento de um milhão de euros, refere a Coligação Confiança. “Propomos um reforço do programa em meio milhão de euros, porque acreditamos que a educação é um veículo promotor da prosperidade e do elevador social”, disse Miguel Gouveia.

A candidatura da Coligação Confiança à Câmara do Funchal reuniu-se com a Associação Académica da Universidade da Madeira e com a Associação de Estudantes do ISAL.

No encontro com a Associação Académica da Universidade da Madeira esteve presente a candidata a vice-presidente da Câmara do Funchal, Cláudia Dias Ferreira, que referiu que “a Associação Académica da Universidade da Madeira representa um universo de quase 3.000 estudantes dos diversos níveis de Ensino Superior, desde os cursos técnicos superiores a doutoramentos, passando obviamente pelas licenciaturas e mestrados, e que, no próximo mandato, será possível apoiar ainda mais alunos universitários funchalenses, criando bolsas de investigação em diversas áreas, das ciências sociais à preservação e defesa do património do concelho, passando pela sua história e a ecologia, entre outras áreas de interesse municipal”.

Cláudia Dias Ferreira referiu ainda que se pretende disponibilizar as instalações de que a Câmara Municipal dispõe “para a promoção da investigação, bem como potenciar apoios com foco em teses de mestrado ou doutoramento, que tragam valor à cidade, criando a Câmara do Funchal todas as condições para que o Funchal se continue a afirmar como uma referência da investigação a nível nacional”.

Bolsas de estudo universitárias devem abranger cursos técnicos profissionais

Já Miguel Gouveia, durante a reunião com a Associação de Estudantes do ISAL, referiu que se pretende alargar as bolsas de estudo universitárias aos Cursos Técnicos Superiores Profissionais, cursos que são de dois anos, e que “preparam também os nossos jovens para o mercado de trabalho em áreas de competências mais técnicas”.

Miguel Gouveia, que é também presidente da Câmara do Funchal, considerou que a bolsas de estudo universitárias, são “uma medida emblemática” no concelho, “introduzida pelo atual Executivo da Coligação Confiança, e que terá no próximo mandato condições para crescer e apoiar cada vez mais funchalenses”.

Recomendadas

Madeira promove cursos de formação em empreendedorismo agrícola

Estes dois cursos de Empreendedorismo Agrícola em Machio e Porto Moniz ainda têm vagas disponíveis e, para o efeito, os interessados poderão fazer a respetiva inscrição na página da Escola Agrícola da Madeira, pelo telefone 291 145 455 ou ainda para o e-mail escolaagricola@madeira.gov.pt.

Madeira: Taxa de variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor foi de 0,3% em setembro

No País, o IPC registou uma taxa de variação de 0,6%, valor superior em 0,1 p.p. ao observado no mês anterior.

Sistema que agiliza controlo de fronteiras alargado aos aeroportos do Porto, Faro e Funchal

O RAPID4ALL, onde o SEF investiu cerca de cinco milhões de euros, já permitiu controlar cerca de 420 mil passageiros desde 2016.
Comentários