Fundação da Juventude quer encontrar novos cientistas e tem 25 mil euros para dar aos melhores

Este ano, os cinco melhores projetos ganham, cada um, cinco mil euros, e ficam automaticamente selecionados para entrar em «nove dos dos mais importantes eventos europeus e mundiais de ciência».

ThisisEngineering RAEng/Unsplash

Está em marcha a 29.ª edição do Concurso Nacional para Jovens Cientistas da Fundação da Juventude. Este ano, os cinco melhores projetos ganham, cada um, cinco mil euros, e ficam automaticamente selecionados para entrar em «nove dos dos mais importantes eventos europeus e mundiais de ciência».

As candidaturas estão abertas até 28 de junho, para alunos do ensino básico, secundário e primeiro ano do ensino superior, com idades entre os 15 e 20 anos.

Cada escola pode apresentar um máximo de dez projetos, no âmbito de doze disciplinas: Biologia, Ciências da Terra, Ciências do Ambiente, Ciências Médicas, Ciências Sociais, Economia, Engenharias, Física, Informática/Ciências da Computação, Matemática, Química e Bioeconomia.

O Concurso Nacional para Jovens Cientistas da Fundação da Juventude culmina com a 15.ª Mostra Nacional de Ciência que acontece no final de setembro. Segundo a organização, o formato depende da evolução da pandemia: virtual ou híbrido.

PCGuia
Recomendadas

Notas de euro vão mudar em 2024 com a ajuda da cientista Elvira Fortunato

Segundo o Banco de Portugal “a Professora Elvira Fortunato é um dos 19 membros oriundos de todos os países da área do euro que participam no Theme Advisory Group, criado pelo BCE”.

Ministro da Educação considera importante “priorizar” vacinação de crianças abaixo dos 12 anos

Além da vacinação nas crianças entre os cinco e onze anos, o ministro da Educação defende que deveriam ser criados “protocolos diferentes”, num momento em que se aguarda parecer da DGS.

Plano de Formação Financeira aposta na formação financeira digital e na sensibilização para a sustentabilidade

Conselho Nacional de Supervisores Financeiros quer reforçar parcerias e apostar no digital. O Plano Nacional de Formação Financeira para o horizonte 2021-2025 define três dimensões estratégicas de atuação: reforçar a resiliência financeira; promover a formação financeira digital; e contribuir para a sustentabilidade.
Comentários