Galp e CTT fazem com que PSI-20 se mantenha no ‘verde’

Quanto às congéneres europeias, o alemão DAX soma 0,85%, o francês CAC 40 cresce 0,87%, o espanhol IBEX 35 aprecia 0,95% e o britânico FTSE 100 sobe 0,72%.

O índice lisboeta abriu sessão a valorizar e segue com ganhos. A Galp e os CTT são as empresas que mais motivam o crescimento do PSI-20. Tal como o PSI-20 também os restantes índices europeus negociam em terreno positivo.

O PSI-20 começou o dia a valorizar 0,48%, para 5,620.45 pontos e segue a subir 0,53% para 5.622,73. A Galp Energia cresce 2,31% para 10,03 euros e os CTT 1,44% para 4,94 euros. A EDP renováveis evolui 1,10% para 22,14 euros e as Energias de Portugal avança 0,17% para 4,76 euros.

Por outro lado, o Banco Comercial Português (BCP) cede 0,13% para 0,1563 euros, a NOS cai 0,24% para 3,36 euros e a Nova Base perde 1,46% para 4,730 euros.

Quanto às congéneres europeias, o alemão DAX soma 0,85%, o francês CAC 40 cresce 0,87%, o espanhol IBEX 35 aprecia 0,95% e o britânico FTSE 100 sobe 0,72%.

Sobre o mercado europeu o analista Henrique Tomé aponta que “os índices bolsistas europeus estão a ser negociados em alta durante a sessão de hoje, depois de terem sido divulgadas as minutas da última reunião da FOMC ontem”.

Relativamente aos valores do DAX Henrique Tome refere que “o instituto de estatísticas alemães atualizou em baixa as previsões do PIB para 2021. De acordo com as novas previsões, o PIB alemão crescerá 2,4% este ano, em comparação com uma previsão anterior de 3,7% de aumento”.

“As novas previsões refletem as questões em torno da cadeia de abastecimento, incluindo a falta de capacidade de transporte marítimo disponível, bem como o aumento dos preços da energia”, disse o analista.

No mercado cambial, o euro ganha 0,19% face ao dólar, para 1,1614 dólares, e a libra esterlina avança 0,42% para 1,3717 dólares. Já a comparar o euro com a libra, o euro recua 0,22% para 0,8466 libras.

Recomendadas

Wall Street encerra ‘mista’ com destaque para sector tecnológico

A Visa foi uma das empresas que mais prejudicou o Dow Jones que, pela primeira vez em quatro dias, encerrou em terreno negativo. As ações da Visa caíram 6,93% após emitir uma perspetiva de receita que alguns analistas consideraram “conservadora”.

Bolsa portuguesa acompanha tendência europeia e encerra em terreno negativo

BCP, que divulga esta quarta-feira contas, e Galp Energia empurram o PSI-20 para o ‘vermelho’. Em terreno positivo, destacam-se a EDP e EDP Renováveis, que encerraram o dia a valorizar 0,99% para os 4,89 euros e 1,44% para os 24,02 euros, respetivamente.

EDP Brasil entra oficialmente numa bolsa espanhola

A empresa (detida em 52% pelo grupo EDP) passa a negociar na Latibex, o único índice bolsista internacional focado exclusivamente em títulos da América Latina negociados em euros.
Comentários