GEE e AICEP vão premiar artigos científicos sobre internacionalização da economia nacional no pós-pandemia

Valor dos prémios ascende a 12 mil euros. Candidaturas estão abertas a partir desta quarta-feira. Objetivo da iniciativa do Gabinete de Estratégia e Estudos e da AICEP é estimular a elaboração de artigos científicos originais sobre a economia portuguesa em temas estruturantes.

O Gabinete de Estratégia e Estudos (GEE) e a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) criaram um prémio que visa distinguir trabalhos científicos sobre a “internacionalização da economia portuguesa no pós-Covid-19: oportunidades e desafios”, foi esta quarta-feira anunciado.

Em comunicado, as duas entidades fazem saber que a dotação total do prémio é de 12 mil euros, valor que será repartido entre os quatro melhores artigos submetidos a concurso. O prazo para candidatar um trabalho científico ao referido prémio arrancou esta quarta-feira, prolongando-se até 31 de outubro para as versões preliminares dos artigos e, para aqueles que forem pré-selecionados, o prazo termina em 31 de dezembro para as versões finais (pode consultar o regulamento aqui).

Esta é a nona edição da iniciativa ‘Call for Papers’ do GEE, em colaboração com a AICEP, “cujos objetivos são promover o conhecimento e a investigação sobre a Internacionalização de Portugal e funcionar como um fórum para discussão de soluções de política pública na área”.

O mote da edição de 2021 pretende “estimular a elaboração de artigos científicos originais sobre a economia portuguesa, em temas estruturantes, relevantes nas várias fases das políticas públicas, com preferência pelo uso de dados empíricos”.

Os artigos admitidos a concurso serão avaliados por um júri que integra Guida Nogueira (GEE), Joana Silva (Católica-Lisbon), João Amador (Banco de Portugal), Nazaré Pimparel (AICEP) e Pedro Cilínio (IAPMEI).

Recomendadas

Instituto Camões e Universidade Sorbonne criam Cátedra Paul Teyssier

Entre as obras do linguista destacam-se “A Língua de Gil Vicente”, “História da Língua Portuguesa”, “Manual de Língua Portuguesa” e “Études de litterature et de linguistique”, entre outros títulos.

Investigadores portugueses utilizam resíduos florestais para fazer biocombustíveis

Com a sustentabilidade cada vez mais na ordem do dia, cientistas do Centro de Engenharia Biológica da Universidade do Minho procuraram soluções para aproveitar toneladas de resíduos que diariamente aumentam a poluição ambiental.

Ensino superior. Abertas candidaturas para bolsas de estudo no valor de 94 milhões (com áudio)

As bolsas destinam-se a alunos carenciados, que podem apresentar a sua candidatura até 30 de setembro através do formulário eletrónico no Balcão de Portugal 2020.
Comentários