Google lança site educativo sobre o novo coronavírus

De acordo com a Google, este site “é focado na educação, prevenção e recursos locais” e agrega apenas as principais informações sobre o novo coronavírus e direciona para as principais entidades, como a Organização Mundial da Saúde e o Centro de Controle e Prevenção de Doenças.

Steve Marcus/Reuters

A  Google anunciou, este fim de semana, que lançou um novo site dedicado à Covid-19. Nesta plataforma, a empresa de tecnologia norte-americana explica as principais medidas para prevenção do novo coronavírus e como é que a pandemia está a expandir no planeta. Para já, a plataforma está disponível apenas em inglês e é direcionada para os cidadãos dos Estados Unidos da América.

O site chega dias depois de Donald Trump, juntamente com o vice-presidente Mike Pence, ter antecipado o anuncio dizendo que este site seria a resposta do país para evitar a propagação da Covid-19. Nessa conferência de imprensa, o presidente dos EUA afirmou que a empresa tecnológica estava a construir uma plataforma que ia permitir fazer um pré-diagnóstico para ajudar a população. Contudo, a Google não confirmou posteriormente que estaria a construí-la.

Segundo a notícia avançada pela CNN, atualmente, o site da Google agrega apenas as principais informações sobre o novo coronavírus e direciona para as principais entidades, como a Organização Mundial da Saúde e o Centro de Controle e Prevenção de Doenças.

De acordo com a Google, este site “é focado na educação, prevenção e recursos locais”. A empresa acrescenta que “as pessoas podem encontrar [na plataforma] informações baseadas no estado, dicas de segurança e prevenção, pesquisar tendências relacionadas ao COVID-19 e outros recursos para indivíduos, educadores e empresas”.

Ao anunciar a nova plataforma, a Google revelou também que vai doar 50 milhões de dólares para ajudar na batalha contra a Covid-19. Neste mesmo espaço online, a empresa criou uma campanha de donativos.

Recomendadas

PSD e PS chumbam moratórias nos pagamentos dos serviços de telecomunicações

Além de ter sido chumbada a possibilidade de criar moratórias nos pagamentos dos serviços de telecomunicações, o PCP viu PS, PSD, CDS-PP e PAN travar a proposta de implementar “medidas de salvaguarda”, o que impediria as operadoras de cortar serviços durante o Estado de Emergência.

Covid-19: Airbus anuncia redução de um terço na produção de aviões

O construtor europeu de aviões Airbus anunciou esta quarta-feira que vai fazer uma redução de um terço no ritmo de produção, adaptando as suas capacidades à evolução do mercado mundial de aeronáutica face à pandemia de covid-19.

Chineses desistem de comprar o BNI Europa

O contexto de incerteza na economia global causada pela pandemia da Covid-19 levou o Grupo chinês KWG a desistir de comprar 80,1% da participação do BNI Europa. Negócio estava alinhavado desde dezembro de 2017.
Comentários