Governador do Banco de Cabo Verde não vai renovar mandato

João Serra anunciou que sairá do banco central cabo-verdiano em dezembro. “Até lá, continuo a ser governador, assumindo na plenitude as minhas responsabilidades”, disse.

O governador do Banco de Cabo Verde (BCV), João Serra, revelou esta terça-feira, na Praia, que não vai continuar à frente da instituição depois do final do mandato, que termina no próximo mês de dezembro”.

“Não vou continuar à frente do BVC. Fui lá para fazer um mandato (…), de modo que estou de saída, mas, até lá, continuo a ser governador, assumindo na plenitude as minhas responsabilidades e continuando a dar o meu contributo para a afirmação do banco central”, disse João Serra, à saída de um encontro com o Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca.

João Serra garantiu, no entanto, que sempre teve uma “boa relação” com o governo cabo-verdiano e com o ministro das Finanças local, Olavo Correia, que foi seu “colega de universidade”. Aos jornalistas, reforçou a ideia de que, desde o início, prometeu que estaria no banco central apenas durante um mandato.

“Não há ainda nenhuma conversa, mas o que eu posso avançar é que estou lá para um mandado”, sublinhou, garantindo, que vai deixar o BCV mais independente e a cumprir as suas atribuições.

João Serra substituiu Carlos Burgo como governador do BCV, que terminou o mandato em agosto de 2014, e foi empossado a 29 de dezembro do mesmo ano.

Recomendadas

Portuguesa Transinsular promete ligações regulares entre ilhas de Cabo Verde e foco no passageiro: “Carga passa a secundária”

Em entrevista ao Económico Cabo Verde, Joaquim Figueiredo, ‘chairman’ da empresa, revela que mantém “um diálogo muito positivo com os armadores cabo-verdianos. A nova sociedade que gere a concessão do serviço público de transporte marítimo de passageiros e carga inter-ilhas chama-se CV Interilhas e é liderada pela Transinsular.

Cabo Verde Airlines voa para Nigéria a partir de dezembro

A companhia área cabo-verdiana, Cabo Verde Airlines, vai começar a operar para a cidade nigeriana de Lagos.

Binter muda de nome para Transportes Interilhas de Cabo Verde

A Binter Cabo Verde, transportadora aérea que até a semana passada era a única a fazer as ligações inter-ilhas no arquipélago, mudou o nome para Transportes Interilhas de Cabo Verde, conforme publicação no Boletim Oficial.
Comentários