Governo da Madeira dá 3,6 milhões de euros a São Vicente para compensar danos do temporal

O governo da Madeira estabeleceu dois contratos-programa com São Vicente. Um para recuperação, reconstrução, e reposição de infraestruturas, no valor máximo de 2,4 milhões de euros, e outro para os trabalhos de limpeza e desobstrução de infraestruturas, no valor máximo de 1,2 milhões de euros.

O Conselho de Governo da Madeira estabeleceu dois contratos-programa com a autarquia de São Vicente, no valor máximo de 3,6 milhões de euros, que visam compensar os estragos provocados pelo temporal de 25 de dezembro de 2020.

Um dos contrato-programa tem um valor máximo de 2,4 milhões de euros, e tem por intuito “cofinanciar iniciativas associadas à recuperação, reconstrução e reposição das zonas afetadas, concretamente para os trabalhos de recuperação, reconstrução e reposição de infraestruturas decorrentes da intempérie de 25 de dezembro de 2020, a serem executados em 2021 e 2022”, explica o executivo madeirense.

O outro contrato-programa tem o valor máximo de 1,2 milhões de euros e pretende “cofinanciar iniciativas associadas à limpeza e reposição das zonas afetadas, concretamente para os trabalhos de limpeza e desobstrução de infraestruturas decorrentes da intempérie de 25 de dezembro de 2020, a serem executados em 2021”, acrescenta o Governo da Madeira.

Recomendadas

Madeira: PSP identifica 59 acidentes rodoviários de 4 a 10 de junho

Estes acidentes resultaram num total de 20 feridos ligeiros e um ferido grave, que se registou no concelho do Funchal.

Licenciamentos registam aumento de 5% na Madeira

Foram concluídos 89 edifícios, no primeiro trimestre, menos 4,3%, face ao período homólogo. Desses edifícios concluídos 66% eram construções novas para habitação familiar.

Miguel Albuquerque: Falta vontade política para assegurar linha marítima entre o Continente e a Madeira

Miguel Albuquerque falava à margem de uma visita ao navio ‘World Voyager’, atracado no Porto do Funchal, e que está registado no Registo Internacional de Navios da Madeira (MAR). Este é o primeiro navio de cruzeiros a atracar na Madeira desde a paragem pela Covid-19.
Comentários