Governo de Cabo Verde está a mudar regulamentação sobre tecnologia

O secretário de Estado para Inovação e Formação Profissional cabo-verdiano afirma que o país pretende adequar-se a soluções inovadoras.

O secretário de Estado para Inovação e Formação Profissional de Cabo Verde afirmou esta terça-feira que o governo está a atualizar todas as questões de regulamentação na área da tecnologia, visando apropriar o país e a sociedade cabo-verdiana com soluções inovadoras.

Pedro Lopes falava à imprensa à margem do evento “Tecnologias de Futuro”, que teve lugar esta tarde, na Cidade da Praia, uma iniciativa da ISONE Information System, empresa líder no mercado cabo-verdiano na área das tcnologias de informação, em parceria com a Oracle Corporation, líder de tecnologia do mundo no sector público e em empresas privadas.

“Enquanto governo, saudamos essa troca de experiência entre empresas internacionais e as nossas empresas, como a ISONE, que está a fazer esta parceria e a concretizá-la com este evento onde apresenta soluções inovadoras ao serviço do país”, disse, salientando que a Oracle é uma marca internacional reconhecida e com experiência para oferecer as empresas cabo-verdianas.

Segundo o mesmo governante, Cabo Verde está a apostar nas infraestruturas e com os parques tecnológicos existentes, que em breve estarão ao serviço dos cabo-verdianos. Pedo Lopes fez saber que o país, que terá até ao final do ano a quarta geração (4G) de rede móvel a funcionar ao serviço dos cabo-verdianos e empresas, vai logo de seguida fazer experiência com o 5G, isso, visando antecipar as “tendências” e “simplificar os serviços aos cabo-verdianos”.

Na linha de ideia de inovação, o governante que apelou os cabo-verdianos a usarem o que está sendo feito no país, disse, contudo, que é preciso acompanhar as tendências mundiais.

Neste âmbito, defendeu que os temas a serem discutidos no evento são de “extrema importância e de muita utilidade” para o ISONE, pois, a empresa terá conhecimento para colocar ao serviço dos cabo-verdianos.

Para uma das responsáveis da ISONE, a engenheira Arlinda Peixoto, que considerou importante o debate “Tecnologias de Futuro” é preciso que as empresas cabo-verdianas acompanhem os desafios no domínio da inovação. “A Oracle vai ajudar as nossas empresas a enfrentar os desafios da tecnologia, visto tratar-se de uma empresa líder de tecnologia no mundo no sector público e em empresas privadas com uma ‘suite’ completa, aberta e integrada de tecnologia, aplicações, servidores e soluções de armazenamento”, disse.

Ler mais
Recomendadas

BIC Cabo Verde tem apenas 12 trabalhadores e lucrou 5,2 milhões de euros em 2018

O banco BIC Cabo Verde (BIC-CV), participado pela empresária angolana Isabel dos Santos e que está a ser inspecionado pelo banco central cabo-verdiano, apresentou lucros de mais de cinco milhões de euros em 2018, tendo apenas 12 trabalhadores.

Ministro das Finanças de Cabo Verde garante que fundo soberano estará operacional em 2020

O processo de montagem do fundo soberano de 90 milhões de euros está em curso e o mesmo deve estar operacional ainda este ano, garantiu o vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças cabo-verdiano.

Cabo Verde e Estados Unidos vão alargar cooperação bilateral na Defesa

O ministro cabov-verdiano Luís Filipe Tavares explicou que o leque de cooperação entre os dois países é “muito vasto”, avançado que Cabo Verde vai passar a ter mais três navios apropriados para a vigilância costeira.
Comentários