Governo lança linha de crédito de 400 milhões para empresas

A linha destina-se a médias empresas e vai ter um limite máximo de financiamento entre 1,5 milhões e dois milhões de euros, dependendo das características das empresas.

Harry Murphy / Web Summit

O Governo anunciou hoje o lançamento de uma linha de crédito no valor de 400 milhões de euros para apoiar as empresas nacionais.

“Esta nova linha visa apoiar as médias empresas, small mid caps e mid caps, afetadas pelas medidas adotadas para contenção da pandemia do novo coronavírus e que não beneficiaram das medidas até então lançadas”, segundo o comunicado da SPGM – Sociedade de Investimento.

As médias empresas podem candidatar-se a um financiamento de até 1,5 milhões de euros, enquanto as small mid cap e mid cap podem candidatar-se até dois milhões de euros. O prazo máximo da operação é de seis anos, incluindo 18 meses de carência de capital e uma garantia até 80% do capital em dívida.

Quais as condições para se candidatarem? As empresas terão de apresentar uma quebra de, pelo menos, 40% da sua faturação e não poderão ter beneficiado das anteriores linhas ou sub-linhas de crédito com garantia mútua “criadas para apoio à normalização da atividade das empresas, face ao surto pandémico da Covid-19”.

A SPGM esclarece que não são consideradas empresas em dificuldades que – a 31 de dezembro – tivessem sede, ou dominadas por entidades com sede em “países ou regiões com regime fiscal claramente mais favorável (offshore)”.

Mais de 50 mil empresas já foram apoiadas ao abrigo das “linhas de crédito com garantia mútua criadas para apoio ao emprego e à normalização da atividade empresarial, face ao surto pandémico da Covid-19”.

 

 

 

Ler mais
Recomendadas

Família Azevedo aumenta o preço da OPA sobre a Sonae Capital em 10%

A Efanor, holding da família Azevedo, reviu em alta o preço da Oferta Pública de Aquisição (OPA) sobre a Sonae Capital. Paga agora 77 cêntimos em vez dos anteriores 70 cêntimos. Esta OPA sobre a Sonae Capital decorre em simultâneo com uma oferta sobre a Sonae Indústria. O Grupo Sonae quer retirar ambas de bolsa.

Monese e Mastercard fazem parceria europeia

O objetivo do acordo é oferecer serviços bancários locais para consumidores em toda a Europa, incluindo em Portugal. Os clientes das contas multi-currency da ‘fintech’ britânica passam a ter acesso à rede global de aceitação de cartões Mastercard.

CP assinou contrato para compra de 22 novos comboios por 158 milhões de euros

A CP prevê que a entrega da primeira unidade aconteça no final de 2024, sendo que o processo ainda terá de passar pelo Tribunal de Contas.
Comentários