Grandes devedores à banca. Veja aqui a lista entregue pelo Banco de Portugal

Esta é a lista agregada dos grandes devedores dos bancos que recorreram a ajuda pública, informação em que não consta o nome dos clientes incumpridores.

O Banco de Portugal divulgou hoje a lista agregada dos grandes devedores dos bancos que recorreram a ajuda pública, informação em que não consta o nome dos clientes incumpridores e que implica limitações na interpretação dos dados.

Veja aqui a lista completa dos grandes devedores à banca.

A informação está disponível no ‘site’ do Banco de Portugal desde as 19h00 (hora de Lisboa) e, tal como noticiou a Lusa a semana passada, foi discutida entre o banco central e os deputados da comissão parlamentar de orçamento e finanças tendo sido acordado que seria divulgada publicamente esta semana.

Relacionadas

Lista secreta de devedores da banca deverá ser hoje divulgada de forma agregada, sem nomes e créditos individuais

Só deverão ser divulgados dados agregados, não individualizando devedores e respectivas operações dos sete bancos que receberam ajudas públicas nos últimos 12 anos. Valor total de créditos concedidos e valor agregado de perdas deverão ser hoje conhecidos.

BPI realça que dívida grega explica 80% das perdas de 2011. Grandes devedores representam 100 milhões de euros

“Como decorre da informação hoje publicada pelo Banco de Portugal, além das perdas em dívida grega, o BPI apresenta apenas na lista de grandes devedores nove situações adicionais, que atingem em conjunto o valor de 100 milhões de euros”, esclarece o BPI.
Recomendadas

Lei das moratórias dá opção aos mutuários de só suspenderem o capital sem capitalizar os juros

As prestações ao banco vão subir para quem recorrer à moratória pública aprovada pelo Governo. Mas o documento dá a opção de o cliente só suspender o reembolso de capital continuando a pagar os juros, para não subir a prestação ao fim de seis meses.

BCP junta-se ao Movimento Portugal #EntraEmCena para salvar a cultura da crise da Covid-19

No global, este movimento representa, um investimento de mais de um milhão de euros, através desta plataforma, em projetos que não poderão ultrapassar, cada um, os 20 mil euros. O BCP junta-se assim a entidades como a Altice, BPI, CGD, Centro Cultural de Belém, EDP, Fidelidade, Montepio, entre outros para que o Covid-19 não acabe de vez com a cultura.

Caravela Companhia de Seguros cresce 28% em prémios brutos emitidos

Estes resultados são referentes a um ano em que se realizou a abertura do Capital a um novo acionista, TPIF Douro Bidco, empresa que integra o Private Equity Tosca Fund e que passou a deter 48% do capital da seguradora.
Comentários