Há mais pessoas a trabalhar no setor da construção em Portugal

O índice de produção na construção aumentou em termos homólogos 2,3%, acompanhando o crescimento dos índices de emprego e de remunerações, que se situaram em 2,4% e 4,4%, respetivamente.

Construtora portuguesa Lucios

O índice de produção na construção cresceu 2,3% em fevereiro, em termos homólogos, acompanhando o crescimento da taxa de emprego no setor, que se situa em 2,4%, em termos homólogos.

Os dados são apresentados pelo INE – Instituto Nacional de Estatística, esta quarta-feira, que informa também que a construção de edifícios abrandou 0,4 pontos percentuais, para uma variação de 2,2%, enquanto a engenharia civil acelerou, passando de uma variação homóloga de 1,9% em janeiro para 2,4% em fevereiro.

Relativamente ao emprego, o índice no setor da construção cresceu 2,4% em termos homólogos, sendo que em janeiro o valor situava-se nos 2,0%. Face ao mês anterior, o índice de emprego aumentou apenas 0,3%.

No âmbito das remunerações, em fevereiro, o índice das remunerações efetivamente pagas registou uma taxa de variação homóloga de 4,4%, uma desecelaração face ao arranque do ano, (4,6% em janeiro). Comparativamente com o mês anterior, o índice das remunerações diminuiu 0,9%.

 

Recomendadas

Presidente da República exige maior controlo da legalidade na contratação pública

“É naturalmente compreensível – e até desejável – a necessidade de simplificação e de aperfeiçoamento de procedimentos em matéria de contratação pública que possam, com rigor, implicar a melhoria das condições de vida dos portugueses e permitir flexibilizar a atribuição e a alocação dos referidos fundos”, salientou Marcelo Rebelo de Sousa.

Presidente da República veta diploma que altera regras de contratação pública

Este veto do chefe de Estado foi divulgado no portal da Presidência da República.

Natal e passagem de ano: estas são as 14 regras que vão vigorar

Restaurantes abertos até à uma da manhã nas noites de natal e de passagem de ano, e natal sem interdição de circulação entre concelhos são algumas da medidas que vão vigorar durante a época festiva. Governo avalia medidas a 18 de dezembro à luz da evolução da pandemia da Covid-19.
Comentários