Huawei deverá junta-se à China Mobile para comprar a Oi

A implementação da tecnologia 5G e ainda a rede de fibra da Oi são vistos como um ativo importante pela Huawei e pela China Mobile.

A Huawei deverá juntar-se à China Mobile na apresentação de uma proposta de compra da brasileira Oi, de acordo com o Globo, como reporta a Reuters.

A mesma publicação diz que tanto a Huawei como a China Mobile estão a antecipar um grande crescimento quando o Brasil começar a implementar a tecnologia 5G. A rede de fibra da Oi é vista pelas duas empresas chinesa como sendo também um ativo apetecível.

A Reuters avança que para além da Huawei e da China Mobile, existem outros interessados em adquirir vários setores de negócio da Oi, como a Telefonica, a Telecom Italia, a AT&T e possivelmente mais outra empresa chinesa.

Recomendadas

Prémios ‘Grandes Escolhas’ elegeram os melhores vinhos nacionais de 2019

A entrega destes 30 prémios decorreu, num jantar em Sangalhos, Anadia, numa cerimónia que pretendeu reconhecer os grandes protagonistas do mundo da enologia e da gastronomia nacionais.

SunEnergy instala 345 painéis solares nos Armazéns Reis de Aveiro

Este contrato de autoconsumo com os Armazéns Reis, empresa que se dedica ao comércio e distribuição de materiais de construção, ‘bricolage’, decoração e jardim, vai permitir uma poupança de 15 mil euros em energia, todos os anos.

Secil com expetativas positivas para 2020 no setor do cimento

De acordo com as estatísticas, o mercado de cimentos em Portugal em 2019 terá crescido cerca de 15% comparativamente ao período homólogo.
Comentários