IEFP de Cabo Verde quer beneficiar cerca de 300 jovens da Brava

No âmbito de Programa de Estágios Profissionais, promovido pelo NOSI Akademia, serão beneficiados 145 jovens a nível nacional, sendo que já foram formados 49 e este mesmo programa vai colocar ainda neste mês de agosto mais 48 jovens estagiários, perfazendo assim, um total de 97 estagiários.

O Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) de Cabo Verde, através do Centro de Emprego e Formação Profissional do Fogo, vai implementar 12 acções de formação profissional, que vai beneficiar 240 jovens bravenses e colocar mais 50 jovens formados no programa de Estágios Profissionais e Empresariais.

A informação consta de uma nota de imprensa, que anuncia a apresentação das Ofertas Formativas para 2019, Estágios Profissionais e Empresariais e Oportunidades de financiamento da Formação Profissional em Cabo Verde, na ilha Brava.

O evento realizou-se na semana passada, no Auditório da Escola Secundária Eugénio Tavares, numa sessão presidida pelo vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças cabo-verdiano, Olavo Correia.

De acordo com a nota, no âmbito de Programa de Estágios Profissionais, promovido pelo NOSI Akademia, serão beneficiados 145 jovens a nível nacional, sendo que já foram formados 49 e este mesmo programa vai colocar ainda neste mês de agosto mais 48 jovens estagiários, perfazendo assim, um total de 97 estagiários.

Durante o ano 2019 o governo local tem como meta “qualificar” 5000 jovens, através de formações em diferentes áreas profissionais, nas diversas instituições públicas do setor de formação e emprego.

Deste total, o IEFP vai disponibilizar 205 ações que vai beneficiar 4080 jovens, a Escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde (EHTCV) 44 ações, correspondendo a 905 beneficiários e o Centro de Energias Renováveis e Manutenção Industrial (CERMI) com 35 ações vai alcançar 740 beneficiários.

Ler mais
Recomendadas

Presidente de Cabo Verde declara Estado de Emergência pela primeira vez no país

Jorge Carlos Fonseca justificou a medida como o objetivo de defender interesses e valores fundamentais do país e da comunidade e para dar meios legítimos às autoridades para um combate mais eficaz à pandemia.

Parlamento de Cabo Verde aprova declaração do Estado de Emergência

“É o período solicitado de 20 dias, face à situação de risco de calamidade decretada pelo Governo, no sentido de aumentar e reforçar o quadro nacional para a prevenção da propagação do novo coronavírus ao nível das nossas ilhas”, justificou o presidente da Assembleia Nacional cabo-verdiana.

Angola anuncia medidas para minimizar recessão em 2020 e prepara revisão orçamental

A ministra das Finanças de Angola, Vera Daves de Sousa, anunciou hoje a revisão do cenário macroeconómico, baixando em 20 dólares a cotação do petróleo utilizada no documento orçamental de 2020. Avançou igualmente com a utilização de 1,5 mil milhões de dólares do fundo soberano e diversas medidas de cortes, totalizando 5,1mil milhões de dólares. Tudo isto para travar a amplitude da recessão prevista para este ano.
Comentários