Ikea Portugal avança com venda de painéis solares a partir de abril

O preço dos painéis varia entre os 1,690 euros e os 4,590 euros e estará disponível a partir do próximo mês. Gigante sueca garante que solução poderá possibilitar aos portugueses uma poupança de até 50% nas suas contas de eletricidade e a minimizar a emissão de carbono para a atmosfera.

A retalhista especializada em mobiliário e decoração vai materializar a sua aposta em energia solar anunciada, em 2018, ao Jornal Económico, com a venda de painéis solares a partir de abril, em parceria com a Contígo Energia.

“Com esta nova solução, pretende-se oferecer uma nova proposta de investimento às famílias portuguesas, para que possam poupar na conta de eletricidade, ao mesmo tempo que produzem energia limpa”, refere a Ikea em comunicado, garantindo que a aposta, designada de Solstrale vai traduzir-se em produtos de última geração com “alta eficiência, selecionados criteriosamente com os fabricantes que garantem, pelo menos, dez anos de garantia”.

A instalação é garantida por profissionais qualificados, existindo uma garantia de produção de energia de cinco anos pós-venda. No caso de o sistema produzir menos que o esperado, o cliente será reembolsado da diferença, garante a marca sueca. O projeto e a customização serão concebidos para cada caso, sendo o objetivo “otimizar as poupanças ao longo de 25 anos”.

A solução poderá possibilitar aos portugueses uma poupança de até 50% nas suas contas de eletricidade e a minimizar a emissão de carbono para a atmosfera, “uma vez que o consumo de energia em casa é responsável por uma grande percentagem da pegada de carbono e do orçamento familiar”, adianta o comunicado.

Para já, ficarão disponíveis dois tipos de painéis, ideal para uma casa ou agregado familiar pequeno, com consumo limitado durante o dia e para uma casa ou agregado familiar maior com maior necessidade de consumo durante o dia, sendo que o preço varia entre os 1,690 e os 4,590 euros, com IVA incluído.

Ana Barbosa, responsável de sustentabilidade da IKEA Portugal, considera que a venda destes painéis solares vai “dar a possibilidade aos portugueses de poupar nas suas despesas domésticas e economizar mais ao final do ano”

Ler mais
Recomendadas

DECO junta-se ao REFIL para incentivar reutilização de embalagens

Apesar de já se encontrar previsto o comércio de bebidas em embalagens reutilizáveis e de produtos a granel, os consumidores ainda não beneficiam de um mercado que lhes permita adquirir, nestes moldes, produtos de limpeza e higiene pessoal, forçando-os a optar por novas embalagens e aumentando, assim, a sua produção de resíduos, colocando em causa as metas portuguesas da sustentabilidade.

Fim da isenção de ISV para ligeiros de mercadorias recebida com desagrado pela ACAP

A Associação Automóvel de Portugal recebeu com desagrado o fim da isenção do Imposto sobre Veículos de mercadorias a partir de julho, medida que aumentará os custos em cerca de 3 mil euros, apenas em ISV.

Portugal com 6.º preço de gasolina mais caro da UE no primeiro trimestre

A carga fiscal aplicada em Portugal (63%) justificou integralmente a menor competitividade dos preços, tendo praticado um valor superior à média registada na UE (60%), em Espanha (55%), na Alemanha (61%) e na Bélgica (62%).
Comentários