IMT. Quanto vai pagar de imposto na compra da sua casa?

O IMT é um imposto obrigatório a pagar quando se compra casa. Porém, é possível pedir isenção desta tributação. Saiba tudo.

Um dos impostos mais falados em Portugal é o IMT (Imposto Municipal sobre Transmissões Onerosas de Imóveis), mas em que consiste exatamente? Como se calcula e quando deve pagar? Descubra, neste artigo realizado pelo ComparaJá.pt, qual será o montante desta tributação a liquidar se comprar um imóvel.

Quando se pensa em comprar casa, surgem muitas questões, nomeadamente: qual o crédito à habitação a escolher, quais as taxas a considerar e impostos a pagar. Antes de mais, sugerimos a comparação de todo o mercado, por forma a encontrar a proposta mais indicada para si, quer em termos de prazo de pagamento, quer ao nível de taxas de juro, produtos associados e eventuais benefícios.

IMT Imposto: o que é e como calcular?

O IMT é um imposto pago ao Estado no dia em que celebra a escritura da sua nova casa. Este incide sobre o Valor Patrimonial Tributário ou sobre o valor declarado na escritura do imóvel, sendo escolhido o maior destes dois. Para além disso, deverá ainda ser subtraída uma parcela correspondente à taxa a aplicar.

No Portal das Finanças é possível encontrar a tabela do IMT com estas informações, sendo que a taxa a aplicar vai dos 1% até aos 8%.

Para o cálculo deste imposto são consideradas três características da habitação: o tipo – se é urbano ou rústico; a localização – se está no Continente ou nas Regiões Autónomas; e a finalidade – se se trata de uma Habitação Própria Permanente ou Secundária.

Fórmula do IMT imposto:

IMT = Valor de Escritura ou Valor Patrimonial Tributário (o maior) x Taxa a aplicar – Parcela a abater

Para perceber melhor esta fórmula, veja um exemplo no vídeo abaixo, desenvolvido em parceria com o Imovirtual.

IMT Imposto: em que situações se deve pagar?

O IMT é pago nas seguintes situações:

  • Compra e venda de uma habitação, seja nova ou usada;
  • Caso se trate de uma permuta de casa;
  • Cedência da posição contratual de comprador;
  • Concessão para usufruto e uso do imóvel;
  • Atribuição dos direitos sobre a casa, por parte do proprietário da mesma, a terceiros.

É possível obter uma isenção no pagamento do IMT, mas em situações específicas: é necessário que a casa comprada seja destinada apenas a Habitação Própria Permanente e o valor da mesma não pode ser superior a 92.407 mil euros no Continente e 115.509 mil euros nas Regiões Autónomas.

Como é que pode pagar o IMT?

Pode pagar este imposto através do comprador das Finanças, por homebanking, nos CTT ou numa caixa multibanco. O pagamento é feito sem prestações e antes de fazer a escritura.

O IMT imposto é obrigatório na compra de casa, pelo que deverá sempre ter em consideração este custo no processo de aquisição de uma habitação. Embora haja a possibilidade de ficar isento do seu pagamento, a verdade é que, com o aumento do preço dos imóveis em Portugal, não é algo que se consiga conceder a todos os portugueses.

Relacionadas

Como ler a FINE de um crédito habitação?

A única forma de garantir que possui as melhores condições para comprar casa é comparar diversas propostas bancárias através da FINE. Descubra como.

Como vender casa sem contratar uma imobiliária?

Se não está disposto a pagar comissões às imobiliárias, fique a saber, neste artigo, como vender casa sem contratar uma imobiliária para o efeito.

Tudo o que deve saber sobre a avaliação de imóveis

Sabe que fatores influenciam a avaliação de imóveis e em que situações é requerida, bem como quais os documentos necessários? Descubra tudo neste artigo.

Quer comprar casa? Eis três erros que não quer cometer

A decisão de comprar casa não costuma ser tomada de ânimo leve. O ComparaJá.pt mostra 3 erros que não deve cometer quando compra uma nova habitação.

Covid-19: é boa altura para pedir ou transferir crédito habitação?

Será que deve transferir crédito habitação em época de COVID-19? Descubra aqui como pode garantir uma prestação mais baixa sem sair do sofá.

Vai comprar a sua primeira casa? Veja estas 10 dicas essenciais

Não se deixe levar pelas naturais emoções de quem compra a primeira casa. Existem 10 fatores que devem pesar muito na sua decisão. Saiba quais neste artigo.
Recomendadas

Projeto Sitestar promove literacia digital dos mais novos

Esta iniciativa promove, através da criação dos sites, aprendizagens relacionadas com o planeamento de projetos, o desenvolvimento do espírito de trabalho em equipa, a criação de conteúdos escritos e audiovisuais, o respeito pelos direitos de autor, incentiva e auxilia na invenção e implementação das ideias dos alunos, a adotarem um sentido critico que lhes permita navegar em segurança e com mais confiança na internet.

Neste natal, saiba o que fazer caso a sua compra online fique interdita na alfândega

A carta ao Pai Natal pode exigir que faça encomendas de artigos vindos de um país extracomunitário. Cumprir este desejo pode ser numa prova de esforço que implica conhecer a legislação, enfrentar burocracias e custos, e ainda lidar com a encomenda ficar retida na alfândega.

Não deixe as suas compras natalícias para a véspera

Quem compra por impulso arrepende-se mais, tentando depois a troca. Trocar um bem comprado numa loja física que está em perfeitas condições é uma cortesia do comerciante. A troca só é obrigatória se houver defeito. Não se esqueça de escolher cuidadosamente, de recolher toda a informação sobre o produto, de o experimentar, se for possível, e combinar a possibilidade de troca. Evitará conflitos.
Comentários