Indústria de metal nacional aposta na produção e doação de ventiladores

A AIMMAP – Associação dos Industriais Metalúrgicos, Metalomecânicos e Afins de Portugal já se comprometeu a pagar uma série de seis a 12 ventiladores e a produzir mais de 200, e entregá-los à ARS – Administração Regional de Saúde Norte até ao final do mês.

A AIMMAP – Associação dos Industriais Metalúrgicos, Metalomecânicos e Afins de Portugal, e o ‘cluster’ do setor, designado ‘Metal Portugal’, está a unir esforços para combater a Covid-19 e produzir e doar ventiladores para as unidades de saúde, assim como diverso outro material de proteção contra a pandemia.

“A indústria do metal está comprometida a ter um papel ativo na resolução desta crise – dos seus associados, à economia nacional e às famílias”, assegura um comunicado desta associação, sublinhando que, até ao momento, entre outras iniciativas, já se mobilizou para “o apoio ao desenvolvimento do ‘PNEUMA’, protótipo de ventilador a ser desenvolvido pelo INESC TEC e pela FEUP [FAxculdade de Engenharia da Universidade do Porto]”.

De acordo com essa nota, a AIMMAP “já se comprometeu a pagar uma série de seis a 12 ventiladores e a produzir mais de 200, e entregá-los à ARS [Administração Regional de Saúde] Norte até ao final do mês”.

Além disso, a AIMMAP doou máscaras e álcool gel para profissionais de saúde em Oliveira de Azeméis, Ronfe, Valongo, Maia e Porto; entregou 559 estruturas de suporte para viseiras (EPI – Equipamentod de Proteção Individual) a entidades hospitalares; ofereceu 30 contentores aos bombeiros e centros de saúde de Oliveira de Azeméis, com o apoio da respetiva Câmara Municipal; doou 22.000 máscaras de proteção para profissões de risco; ofereceu dezenas de milhares de toucas descartáveis, proteções de sapatos, luvas nitrilo e outros materiais de proteção. A associação da indústria do metal em Portugal criou ainda uma conta bancária no sentido de receber os donativos para comprar material de proteção

“Em linha com os seus valores de união, iniciativa e entreajuda e espírito de cooperação, o Metal Portugal, através da AIMMAP, do CATIM [Centro de Apoio Tecnológico à Indústria Metalomecânica], da CERTIF [Associação para a Certificação] e do CENFIM [Centro de Formação Profissional da Indústria Metalúrgica e Metalomecânica] e de dezenas de empresas associadas, tem-se desdobrado em múltiplos esforços no combate à Covid-19”, destaca o referido comunicado.

Para além das iniciativas acima referidas, o ‘cluster’ ‘Metal Portugal’ sublinha que “tem ainda mantido contacto próximo com todos os seus associados, parceiros sociais e congéneres europeus, mas também com a administração pública de maneira a que seja possível desenvolver e implementar mecanismos e consensos para mitigar as consequências da Covid-19 no setor que mais exporta em Portugal e na sociedade”.

Rafael Campos Pereira, vice-presidente da AIMMAP, garante que a “associação tem levado a cabo um incansável auxílio aos seus associados durante este período de incerteza como se tivéssemos mil colaboradores e tudo fazendo para ajudar a salvar as 15 mil empresas e os 250 mil trabalhadores”.

Segundo o responsável, “este apoio vai desde a disponibilização de informações relevantes nomeadamente referentes às medidas excecionais diariamente divulgadas e atualizadas, ao apoio na procura de soluções a problemas concretos apresentados pelas empresas”.

“O ‘Metal Portugal’ continuará a tentar reunir apoios com vista a apoiar o Serviço Nacional de Saúde e os seus profissionais, as forças de segurança pública, os motoristas de autocarros e transportadores de mercadorias, os trabalhadores das superfícies comerciais a que todos recorremos nestas semanas de quarentena, entre tantos outros que não podem ficar protegidos dentro das suas casas”, destaca o comunicado em questão.

A AIMMAP lança ainda o repto para que sejam comunicadas necessidades concretas, no sentido de responder a elas se possível, através do endereço de e-mail: aimmap@aimmap.pt.

Para além dos já citados CATIM, CERTIF e CENFIM, instituições que fazem parte do universo AIMMAP, são já dezenas as empresas associadas da AIMMAP que uniram esforços ao ‘Metal Portugal’, iniciativa à qual todos os dias se juntam novas empresas: Silampos, Colep, Herdmar, Grupo Simoldes, Grupo Extrusal, CEI, Fundiven, TSF, Meireles, Open Plus, Pombo, ENG & STEEL, Lacovale, Sopinal e Aidust.

 

 

Ler mais
Recomendadas

Ensaios iniciais da Johnson & Johnson mostram resposta imune em 98% dos participantes

O fármaco, disponível no formato de uma ou duas tomas, já avançou esta semana para a fase 3 dos ensaios clínicos, pelo que os especialistas avisam que estes resultados preliminares ainda são de interpretação limitada.

Montepio entrega plano de transformação aos trabalhadores dia 6. Previstas entre 600 a 900 saídas

Plano de transformação do Banco Montepio entregue aos trabalhadores dia 6 outubro e prevê a saída de, pelo menos, 600 pessoas, e um máximo de 900, através de reformas antecipadas e rescisões por mútuo acordo. Já estão identificados 37 balcões para encerrar, estando mais cerca de 40 em equação.

Regulador europeu pede fim da suspensão do Boeing 737 Max

“Pela primeira vez em ano e meio, posso dizer que o trabalho com o 737 Max está quase a terminar”, apontou Patrick Ky, diretor executivo da Agência de Segurança de Aviação da União Europeia (EASA, sigla inglesa).
Comentários