INE confirma queda de 0,1% dos preços em termos homólogos em setembro

O Índice de Preços no Consumidor (IPC) desceu em setembro 0,1% face ao mesmo mês de 2018, o mesmo valor registado em agosto, confirmou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

O Índice de Preços no Consumidor (IPC) desceu em setembro 0,1% face ao mesmo mês de 2018, o mesmo valor registado em agosto, confirmou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

O indicador de inflação subjacente (índice total excluindo produtos alimentares não transformados e energéticos) situou-se em 0,2%, observando-se também valor idêntico ao do mês anterior.

A variação mensal do IPC terá sido 1,1% (em agosto, o valor apurado foi -0,1% e em setembro de 2018 tinha sido 1,1%), estimando-se uma variação média nos últimos doze meses de 0,5%, taxa inferior em 0,1 ponto percentual ao registado no mês precedente, refere o INE.

O Índice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC) português terá registado uma variação homóloga de -0,3% (que compara com os -0,1% observados em agosto), inferior em 1,2 pontos percentuais à estimativa do Eurostat para a área do euro (no mês anterior, esta diferença foi tinha sido 1,1 pontos percentuais).

O IHPC registou uma variação mensal de 1,4% (-0,1% no mês anterior e 1,5% em setembro de 2018) e uma variação média dos últimos doze meses de 0,5% (valor inferior em 0,1 pontos percentuais ao registado em agosto).

De acordo com o INE, a variação homóloga das rendas de habitação por metro quadrado foi 3,3% em setembro, taxa superior em 0,1 pontos percentuais à apurada no mês anterior, com todas as regiões a apresentarem variações homólogas positivas das rendas de habitação e Lisboa a registar o aumento mais intenso (4,1%).

O valor médio das rendas de habitação, por sua vez, registou uma subida mensal de 0,3%, valor idêntico ao registado no mês anterior, com todas as regiões a apresentarem variações positivas, sendo Lisboa a região com a variação mensal mais elevada (0,4%).

Ler mais

Recomendadas

OE2020: Mais 111 milhões para obras nas escolas com prioridade para remoção do amianto

O ministro da Educação anunciou hoje no parlamento uma verba adicional de 111 milhões de euros para obras nas escolas, com prioridade para os estabelecimentos com estruturas com amianto.

Moody’s mantém ‘rating’ de Portugal inalterado

Agência norte-americana não se pronunciou sobre a notação da dívida soberana portuguesa, que se mantém em ‘Baa3’ e perspetiva ‘positiva’. Tal como na primeira avaliação do ano passado, a Moody’s atualizou apenas o calendário indicativo da próxima avaliação, marcada para 17 de julho.

Observatório de turismo do Algarve vai integrar rede mundial da OMT

O reconhecimento do observatório regional pela OMT acontecerá dia 23, na próxima quinta-feira, durante a FITUR, a feira de turismo de Madrid à qual o Algarve regressa este ano e onde se promoverá de 22 a 26 de janeiro.
Comentários