Inflação na zona euro em agosto manteve-se estável

Entre os bens que entram no cabaz que serve cálculo à taxa de inflação, o Eurostat prevê que em agosto a maior subida tenha sido verificada nas bebidas alcoólicas e tabaco, que alcançou os 2,1%, um aumento de dois pontos base.

A taxa de inflação da zona euro em agosto fixou-se nos 1%, mantendo-se estável em relação ao mês de julho, segundo a estimativa rápida divulgada pelo Eurostat, esta sexta-feira.

Entre os bens que entram no cabaz que serve cálculo à taxa de inflação, o Eurostat prevê que em agosto a maior subida tenha sido verificada nas bebidas alcoólicas e tabaco, que alcançou os 2,1%, um aumento de dois pontos base.

Os preços dos serviços subiram 1,3% enquanto a energia caiu para -0,6%.

Fonte: Eurostat

A taxa de inflação tem sido uma preocupação para o Banco Central Europeu que tem sentido dificuldades em colocá-la próxima da meta definida, que é estabelecida em perto dos 2%.

 

 

Ler mais

Relacionadas

INE: Inflação sobe ligeiramente em agosto mas permanece negativa

A estimativa rápida do INE revelou que a taxa de inflação em agosto se fixou nos -0,1%, o que representa uma subida ligeira face ao mês anterior. A subida dos preços na restauração e hotelaria sustentaram esta evolução.
Recomendadas

Wall Street em alta à boleia do PIB chinês

Para além do PIB chinês, os investidores centraram a sua atenção nos dados económicos americanos.

Moody’s mantém ‘rating’ de Portugal inalterado

Agência norte-americana não se pronunciou sobre a notação da dívida soberana portuguesa, que se mantém em ‘Baa3’ e perspetiva ‘positiva’. Tal como na primeira avaliação do ano passado, a Moody’s atualizou apenas o calendário indicativo da próxima avaliação, marcada para 17 de julho.

EDP valoriza PSI 20 no fecho da sessão e em sintonia com as praças europeias

Praça lisboeta fechou a sessão desta sexta-feira com uma subida de 0,16% para 5.315,53 pontos, seguindo a tendências das suas congéneres europeias.
Comentários