Investimentos públicos na ilha de Santo Antão devem ultrapassar os 960 mil contos em 2020

A maior fatia orçamental está destinada à requalificação urbana e melhoria de acessibilidades da ilha cabo-verdiana.

Os investimentos públicos previstos para a ilha de Santo Antão, em Cabo Verde, no quadro do Orçamento do Estado para 2020 (OE2020), ultrapassam os 960 mil contos, sendo a maior fatia desse montante (814 mil contos) destinada à requalificação urbana e melhoria de acessibilidades.

No âmbito do PRRA, as verbas que o Governo pretende disponibilizar, no próximo ano, para Santo Antão serão canalizadas, sobretudo, para a requalificação das orlas marítimas das cidades do Porto Novo e das Pombas (Paul) e para a reabilitação de estradas de desencravamento de localidades com potencial económico.

Na agricultura, segundo um documento a que a agência noticiosa Inforpress teve acesso, o Governo de Cabo Verde prevê investir 60 mil contos no centro pós-colheita de Santo Antão, investimento que se insere na aposta do Executivo cabo-verdiano em modernizar a agricultura nesta ilha, “rompendo, assim, com a visão tradicionalista” que caracteriza ainda este sector, nesta região.

No âmbito do OE2020, esta ilha receberá ainda 53 mil contos para arranque do projeto de saneamento do Porto Novo e mais um montante de 38 mil contos para a conclusão da segunda fase da estrada de acesso a Tarrafal de Monte Trigo. No total, o projeto da segunda fase da estrada para Tarrafal de Monte Trigo, iniciado em 2018, estima-se em 270 mil contos e ficará pronto em Maio do próximo ano, segundo a previsão do empreiteiro.

Ainda em 2020, o Governo espera transferir para os municípios de Santo Antão, através dos fundos de financiamento municipal, do ambiente e do turismo, cerca de 550 mil contos, devendo ainda as autarquias de esta ilha serem beneficiadas com o programa de desenvolvimento empresarial, com incidência, sobremodo, no empreendedorismo jovem, com mais de 500 jovens a beneficiarem de ações de formação.

O arranque da construção do centro de saúde da Ribeira das Patas constitui outro investimento em carteira para o próximo ano, segundo o Governo liderado por Ulisses Correia e Silva.

Ler mais
Recomendadas

Portugal concede moratória a Cabo Verde e a São Tomé e Príncipe sobre empréstimos diretos

A adoção desta medida de suspensão do pagamento de capital e juros vai determinar uma negociação, até setembro, de acordos de moratória com estes dois países africanos de língua oficial portuguesa, e o estabelecimento de novo plano e condições de empréstimos, refere o Governo.

Banco de Cabo Verde prevê vender sede e edifícios por mais de 3,2 milhões de euros

A administração do Banco de Cabo Verde (BCV) esclareceu esta segunda-feira que a venda da atual sede e mais dois edifícios na Praia será feita por mais de 3,2 milhões de euros, conforme avaliação de peritos aos imóveis.

Cabo Verde Airlines em risco de desaparecer

O vice-primeiro-ministro cabo-verdiano, Olavo Correia, afirmou que, sem a intervenção do Estado, a Cabo Verde Airlines (CVA) “desaparecerá”.
Comentários