Israel e Emirados Árabes Unidos lideram a vacinação global contra a Covid-19

Israel continua com medidas de restrição, como por exemplo a proibição de encontros que transcendam a família chegada, o encerramento de centros comerciais, escolas e creches, a indústria da restauração só pode funcionar em take-away e apenas cinco pessoas podem estar reunidas em locais fechados e dez em espaços abertos.

Sebastien Nogier / EPA / D.R.

Israel e Emirados Árabes Unidos (EAU) lideram a vacinação à escala global, tendo em conta os dados estatísticos que cruzam o número de doses administradas da vacina contra a Covid-19 e a percentagem da população imunizada contra a doença causada pelo coronavírus. Segundo o “El Economista”, a taxa de vacinação é reduzida na maioria dos países e estas são as exceções à regra.

Israel lidera, neste momento, a campanha global de vacinação contra a Covid-19. A digitalização do seu sistema de saúde, a centralização e a correta distribuição das doses são as razões por detrás do sucesso – 22% da população já recebeu a primeira dose da injeção, isso traduz-se em quase dois milhões de cidadãos dos 8,8 milhões do país. Dos já vacinados, mais de 104 mil já receberam a segunda dose da vacina, tornando-os oficialmente imunes ao novo coronavírus por algum tempo.

Mesmo assim, Israel continua com medidas de restrição, como por exemplo a proibição de encontros que transcendam a família chegada, o encerramento de centros comerciais, escolas e creches, a indústria da restauração só pode funcionar em take-away e apenas cinco pessoas podem estar reunidas em locais fechados e dez em espaços abertos.

Por sua vez, os EAU foram o segundo país mais rápido do mundo a vacinar os seus habitantes, com pouco mais de 14 doses da vacina administradas por cada 100 pessoas, segundo os dados atualizados diariamente através de fontes oficiais pelo ‘Our World in Data’. Essas estatísticas recolhem dados globais da primeira dose da vacina, sendo por isso importante ter em consideração que, tanto a vacina da Pfizer quanto a da Moderna, requerem uma segunda dose para conferir a imunização provisória.

O Reino Unido surge como o quarto país do mundo em vacinação per capita. Com hospitais cheios e mais de 1.500 mortos nas últimas horas devido ao Covid-19, a British Health acelerou o processo de vacinação, contabilizando neste momento 4% da população – a maior percentagem do continente europeu. O país liderado por Boris Johnson está a administrar 4,52 doses por 100 habitantes ao dia.

No resto da Europa, as coisas não estão a funcionar muito melhor. A França está no fundo da lista da União Europeia, com 0,38 doses inoculadas por 100 habitantes ao dia, o que corresponde a apenas 0,36% da população. Com dados relativamente melhores, surge a Itália, com 1,34 doses inoculadas por 100 habitantes ao dia.

Ler mais
Recomendadas

Marisa Matias fecha campanha com apelos a “vermelho em Belém”: “a solidariedade vai vencer o ódio”

A candidata apoiada pelo Bloco de Esquerda recordou a defesa que tem feito dos serviços públicos, especialmente do SNS, durante uma crise que é “o jogo das nossas vidas”, como defende. O ódio e o medo que alguns candidatos tentaram usar durante a campanha também mereceu fortes reparos.

Covid-19: Variante da África do Sul já foi identificada em Portugal

O caso identificado em Portugal, através da sequenciação genómica, foi já reportado pelo INSA às autoridades competentes de saúde.

Ana Gomes encerra campanha com apelo ao voto: “Estas são eleições decisivas para a democracia”

A candidata Ana Gomes defende que participação nas eleições, marcadas para dia 24, é essencial para “reforçar a democracia”, que diz estar “sob ataque”, e “barrar os centrões de interesses” que têm prejudicado o desenvolvimento do país.
Comentários