Já arrancou a assembleia de acionistas da Cofina para votar compra da TVI

Os acionistas da dona do Correio da Manhã vão votar a compra da TVI e um aumento de capital no valor de 85 milhões de euros para financiar a compra da Media Capital. Assembleia da Cofina tem início depois de os acionistas da Prisa já terem dado luz verde à venda da TVI.

Presidente Executivo da Cofina, Paulo Fernandes | Foto cedida

Já arrancou a assembleia-geral de acionistas da Cofina para votar a compra da Media Capital por 123 milhões de euros, com hora marcada para as 11 horas desta quinta-feira, 29 de janeiro.

A reunião decisiva arranca depois de os acionistas da empresa espanhola Prisa terem aprovado hoje a venda da Media Capital ao grupo liderado por Paulo Fernandes.

A assembleia de acionistas da Cofina também vai votar um aumento de capital no valor de 85 milhões de euros com o objetivo de financiar a compra da dona da TVI, Rádio Comercial, Plural, entre outros ativos.

As duas empresas previram em dezembro que o negócio deverá ficar concluído “no primeiro trimestre de 2020”, disse então a Prisa, se várias condições forem cumpridas, incluindo a aprovação por parte dos acionistas da Prisa e da Cofina.

A dona do Correio da Manhã, CMTV, Negócios ou Record vai comprar a dona da TVI por 123,2 milhões de euros, com a operação a avaliar a Media Capital em 205 milhões de euros, valor que inclui a sua dívida.

Apesar de os acionistas da Prisa terem aprovado, o negócio só avança se determinados credores financeiros da empresa dona do El Páis derem o seu aval à operação.

A 30 de dezembro, a Autoridade da Concorrência adotou uma “decisão de não oposição” a esta compra.

Quem é que são os acionistas da Cofina: Promendo Investimentos (19,98%), Caderno Azul (15%), Actium Capital (13,88%), Livrefluxo (12,09%), Valor Autêntico (10,02%), Credit Suisse (4,91%), GNB – Sociedade Gestora de Fundos de Investimentos (2,15%), e Santander Asset Management (2,12%).

 

Acionistas da Prisa aprovam venda da TVI à Cofina

Ler mais
Relacionadas

Acionistas da Prisa aprovam venda da TVI à Cofina

Os acionistas da empresa dona da TVI deram luz verde à venda estação de televisão e outros ativos à companhia que detém o Correio da Manhã e a CMTV, entre outros.

Cofina/Media Capital: Acionistas das duas empresas deliberam hoje sobre compra da TVI

Os acionistas da Cofina e da Media Capital reúnem-se hoje em duas assembleias-gerais (AG) extraordinárias para aprovarem o negócio da venda da dona da TVI, pelos espanhóis da Prisa, à detentora do Correio da Manhã.
Recomendadas

Antonoaldo Neves: Quem vai pagar os prejuízos da TAP com a suspensão de 90 dias nos voos para a Venezuela?

A suspensão da TAP nos seus voos para a Venezuela representam prejuízos de pelo menos 10 milhões de euros, referiu o presidente executivo da TAP no final da conferência de imprensa de apresentação dos resultados de 2019.

Efacec assegura que “reúne todas as condições” para pagar salários e a fornecedores

Empresa afasta qualquer cenário de incumprimento, após Isabel dos Santos, que detém perto de 70% da Efacec, ter alertado hoje em comunicado de que o congelamento de contas das suas empresas se estende ao bloqueio de ordens de pagamento de salários, impostos a fornecedores e à Segurança Social.

Segunda fase da mudança da faixa da TDT arranca dia 24 de fevereiro

A segunda fase do processo de levantamento da rede TDT da faixa que será ocupada pelo 5G abrange os distritos de Évora, Beja e Setúbal.
Comentários