Jardim Botânico de Cabo Verde vai ser ampliado

A presidente do Instituto Nacional de Investigação e Desenvolvimento Agrário de Cabo Verde (INIDA) anunciou que existe um projeto de 22 mil contos para esse efeito e para a construção de um centro interpretativo em São Lourenço.

Foto DR

A presidente do Instituto Nacional de Investigação e Desenvolvimento Agrário de Cabo Verde (INIDA) anunciou recentemente que existe um projeto de 22 mil contos para ampliar o Jardim Botânico de Cabo Verde e para a construção de um centro interpretativo em São Lourenço.

Ângela Moreno fez este anúncio à margem da cerimónia de atribuição Prémio Internacional Terras sem Sombra – atribuído ao Jardim Botânico Grandvaux Barbosa, na categoria de Biodiversidade –, que teve lugar a 30 de novembro, na vila portuguesa de Campo Maior, no Alentejo.

Segundo um comunicado do governo de Cabo Verde, enviado à agência noticiosa Inforpress, durante a cerimónia Ângela Moreno referiu que o “desafio grande” tem sido manter o jardim, desde a sua criação, em 1986. “Mesmo aquando da sua instalação, considerou-se que seria um sonho, num país tão árido. Desde o início, contou sempre com uma equipa dedicada que ali trabalha com amor. As plantas existentes no Jardim, muitas delas endémicas, estão identificadas e cuidadas. Uma grande riqueza para Cabo Verde”, disse.

Há um projeto de 22 mil contos para ampliar o Jardim, que conta atualmente com 10 mil metros quadrados, e fazer dele um espaço de ecoturismo de excelência. “Estamos a construir um centro interpretativo para que os turistas conheçam aquilo que vão encontrar no terreno”, informou.

O embaixador de Cabo Verde em Portugal, Eurico Correia Monteiro, sublinhou a “tarefa árdua de fazer vingar” no clima árido do arquipélago, num solo rochoso e despido, um Jardim que é para a população um “motivo de orgulho, para a comunidade científica um estímulo e para os visitantes uma surpresa”.

O Jardim Botânico de Cabo Verde, com mais de 60 espécies, nasceu da ideia de um cooperante português, o biólogo Gilberto Cardoso de Matos, que lecionou a disciplina de Biodiversidade na Escola Superior de Educação de Cabo Verde. Um jardim com a missão de obter e aclimatizar uma coleção de plantas endémicas e outras do território, para fins científicos e de visitação.

Ler mais
Recomendadas

Maior apreensão de droga em Cabo Verde vai a julgamento a 27 de janeiro

O caso remonta a janeiro do ano passado, quando 11 cidadãos de nacionalidade russa foram detidos a bordo de um navio no Porto da Praia com 9.570 quilogramas de cocaína em “elevado grau de pureza”, incinerada pelas autoridades dias depois.

Funeral do estudante cabo-verdiano que morreu em Bragança realiza-se hoje

A Polícia Judiciária está a investigar a morte de Luís Giovani, que estudava no Instituto Politécnico de Bragança, cujos contornos ainda não são claros.

Presidente de Cabo Verde considera Moçambique referência democrática na CPLP

O Presidente cabo-verdiano defendeu que seria desejável que os resultados das eleições gerais fossem aceites por todas as forças políticas.
Comentários