JP Morgan alerta para quebra do valor das criptomoedas

Esta não é a primeira vez que o estratega da JP Morgan testemunha e soa os alarmes vermelhos relativamente ao movimento descendente do valor da criptomoeda, tendo já evitado quebras profundas aos investidores.

A JP Morgan está preocupada com o valor da moeda digital bitcoin e das restantes criptomoedas que seguem o valor da mais reconhecida, destaca a “Bloomberg”. O estratega Nikolaos Panigirtzoglou da JP Morgan indicou à agência financeira que a bitcoin tem de ultrapassar os 60 mil dólares em breve, dado que já tem mostrado sinais de colapso.

Esta não é a primeira vez que o estratega da JP Morgan testemunha e soa os alarmes vermelhos relativamente ao movimento descendente do valor da criptomoeda, tendo já evitado quebras profundas aos investidores.

“Nos últimos dias, os futuros mercados da bitcoin observaram uma liquidação acentuada, semelhante ao que aconteceu em meados de fevereiro, janeiro e novembro passado”, apontaram vários estrategas à publicação. “Sinais de impulso decairão naturalmente dentro de alguns meses devido ao seu nível ainda elevado”, apontaram.

Nos meses de comparação anteriores, o impulso de fluxo geral permitiu que a criptomoeda ultrapassasse os limites-chave e realizasse novas acumulações. “Resta perceber se vamos ver uma repetição desses episódios na atual conjuntura”, refere.

O valor mais elevado atingido pela bitcoin foi 64.870 dólares, no dia em que a Coinbase começou a negociar no índice bolsista tecnológico Nasdaq. Desde essa altura que o valor da Bitcoin se fixou em 55 mil dólares, tendo encerrado cinco sessões das últimas seis em queda.

À semelhança da Bitcoin, moedas digitais alternativas de menor valor também sofreram perdas nas últimas sessões.

Relacionadas

‘Bolsa’ de moedas digitais estreou-se em Wall Street com subida de 31%

A Coinbase revelou ter gerado receitas de 1,8 mil milhões de dólares (1,5 mil milhões de euros) durante o primeiro trimestre de 2021.
Recomendadas

Wall Street arranca semana mista à espera da reunião da Fed

A Novavax está a subir mais de 2%, depois de revelar os resultados de um ensaio clínico à sua vacina contra a Covid-19. O teste nos Estados Unidos revelou que o fármaco é mais de 90% eficaz contra a doença e dá igualmente proteção contra as variantes do vírus SARS-CoV-2.

Bolsa portuguesa acompanha Europa no ‘verde’

Entre as principais praças europeias, o alemão DAX ganha 0,18%, o francês CAC 40 sobe 0,19%, o espanhol IBEX 35 valoriza 0,53% e o britânico FTSE 100 aumenta 0,41%.

Bolsa de Lisboa em terreno positivo impulsionada por cotadas do grupo EDP

No PSI-20 os ganhos são liderados pela Mota-Engil e pelos CTT que sobem mais de 1,7%.
Comentários