Líder do PSD/Madeira determina adiamento do Congresso Regional

Albuquerque salienta no comunicado que a estrutura partidária “tem dado o exemplo no que toca à salvaguarda e defesa da saúde pública”, pelo que em 21 de novembro irá realizar-se apenas um Conselho Regional para “garantir a tomada de posse dos novos órgãos eleitos”.

O presidente do PSD/Madeira, Miguel Albuquerque, anunciou esta terça-feira o adiamento do XVIII congresso regional do partido, que estava agendado para 21 e 22 de novembro, devido às limitações impostas pela pandemia da Covid-19.

“Atendendo às circunstâncias atuais e às limitações decorrentes da pandemia de covid-19 e, sobretudo, à obrigação de o PSD/Madeira ser exemplo – como tem sido – nesta matéria, confirma-se o adiamento do 18.º Congresso Regional, para data que será avançada oportunamente e em função do evoluir da situação epidemiológica na Região”, diz o líder social-democrata, também presidente do Governo Regional, em comunicado.

A possibilidade de adiamento da reunião magna dos sociais-democratas madeirenses, prevista para o Madeira Tecnopolo, no Funchal, já havia sido avançada por Miguel Albuquerque após a sua reeleição como líder do PSD/Madeira, na passada sexta-feira.

Albuquerque salienta no comunicado que a estrutura partidária “tem dado o exemplo no que toca à salvaguarda e defesa da saúde pública”, pelo que em 21 de novembro irá realizar-se apenas um Conselho Regional para “garantir a tomada de posse dos novos órgãos eleitos”.

Para o presidente dos sociais-democratas do arquipélago, o adiamento do congresso “justifica-se em nome da segurança e defesa da saúde pública, princípio que, aliás, se sobrepôs a todos os outros assim que foi conhecido o primeiro caso de Covid-19 na Região”.

“Não faz nenhum sentido fazer uma reunião que possa vir a violar ou a ultrapassar, de alguma forma, as regras da Direção Regional de Saúde, quando exigimos que os concidadãos cumpram”, sublinha.

Miguel Albuquerque destaca que nesta reunião eram “esperados cerca de 1.200 participantes, um número de pessoas demasiado elevado no momento atual”.

O líder assegura que “a nova data, a anunciar oportunamente, terá em conta a evolução da pandemia” e “estará sempre condicionada e será sempre respeitadora dos parâmetros que forem definidos pelos organismos que, na Região, regulam a segurança sanitária”.

No Conselho Regional agora agendado para 21 de novembro, tomarão posse a Comissão Política e o Secretariado do partido, eleitos no passado dia 23 de outubro, “cumprindo-se, desta forma, uma das formalidades que decorriam do Congresso Regional”.

Ler mais
Recomendadas

Saiba como escolher brinquedos com segurança

Opte por brinquedos com informações, avisos de segurança e instruções de utilização em português. Aliás, é obrigatório que toda a rotulagem esteja na nossa língua.

JP Madeira pede mais apoio às forças de segurança

A Juventude Popular da Madeira diz que tratamento das forças de segurança, pelo Governo da República, durante a pandemia, tem sido “irresponsável e insensato, colocando os elementos sobre stress e comprometendo a segurança nacional”.

Madeira: eurodeputada do PS saúda manutenção de verbas do POSEI

As dotações do POSEI, Programa de Opções Específicas para o Afastamento e a Insularidade nas RUP, mantêm-se.
Comentários