Líder do PSD/Madeira determina adiamento do Congresso Regional

Albuquerque salienta no comunicado que a estrutura partidária “tem dado o exemplo no que toca à salvaguarda e defesa da saúde pública”, pelo que em 21 de novembro irá realizar-se apenas um Conselho Regional para “garantir a tomada de posse dos novos órgãos eleitos”.

O presidente do PSD/Madeira, Miguel Albuquerque, anunciou esta terça-feira o adiamento do XVIII congresso regional do partido, que estava agendado para 21 e 22 de novembro, devido às limitações impostas pela pandemia da Covid-19.

“Atendendo às circunstâncias atuais e às limitações decorrentes da pandemia de covid-19 e, sobretudo, à obrigação de o PSD/Madeira ser exemplo – como tem sido – nesta matéria, confirma-se o adiamento do 18.º Congresso Regional, para data que será avançada oportunamente e em função do evoluir da situação epidemiológica na Região”, diz o líder social-democrata, também presidente do Governo Regional, em comunicado.

A possibilidade de adiamento da reunião magna dos sociais-democratas madeirenses, prevista para o Madeira Tecnopolo, no Funchal, já havia sido avançada por Miguel Albuquerque após a sua reeleição como líder do PSD/Madeira, na passada sexta-feira.

Albuquerque salienta no comunicado que a estrutura partidária “tem dado o exemplo no que toca à salvaguarda e defesa da saúde pública”, pelo que em 21 de novembro irá realizar-se apenas um Conselho Regional para “garantir a tomada de posse dos novos órgãos eleitos”.

Para o presidente dos sociais-democratas do arquipélago, o adiamento do congresso “justifica-se em nome da segurança e defesa da saúde pública, princípio que, aliás, se sobrepôs a todos os outros assim que foi conhecido o primeiro caso de Covid-19 na Região”.

“Não faz nenhum sentido fazer uma reunião que possa vir a violar ou a ultrapassar, de alguma forma, as regras da Direção Regional de Saúde, quando exigimos que os concidadãos cumpram”, sublinha.

Miguel Albuquerque destaca que nesta reunião eram “esperados cerca de 1.200 participantes, um número de pessoas demasiado elevado no momento atual”.

O líder assegura que “a nova data, a anunciar oportunamente, terá em conta a evolução da pandemia” e “estará sempre condicionada e será sempre respeitadora dos parâmetros que forem definidos pelos organismos que, na Região, regulam a segurança sanitária”.

No Conselho Regional agora agendado para 21 de novembro, tomarão posse a Comissão Política e o Secretariado do partido, eleitos no passado dia 23 de outubro, “cumprindo-se, desta forma, uma das formalidades que decorriam do Congresso Regional”.

Recomendadas

Secretaria Regional da Saúde: Madeira tem autonomia para vacinar jovens

Pedro Ramos explicou que a vacina da Johnson será administrada “a partir dos 18 anos para os indivíduos do sexo masculino”, enquanto com a Pfizer serão inoculados os “jovens entre os 12 e 17 anos”

Candidata do PS à Câmara de Santa Cruz pede apuramento de responsabilidades nas descargas na Praia dos Reis Magos

Mafalda Gonçalves sublinhou a importância de tranquilizar a população e os visitantes relativamente à qualidade da Praia dos Reis Magos, vincando que é fundamental avaliar as condições de funcionamento da ETAR e garantir que os resíduos têm o devido tratamento antes de serem eliminados. 

Madeira: “Não vou acabar com recolher obrigatório nenhum”, afirma presidente do Governo Regional

O presidente do Governo da Madeira disse que o recolher obrigatório é para se manter bem como o horário de encerramentos dos estabelecimentos. Albuquerque sublinhou que se está num estado de calamidade e em plena pandemia, para justificar a manutenção destas medidas que visam evitar a contaminação por Covid-19.
Comentários