Líder dos motoristas vai ser cabeça-de-lista em Lisboa pelo partido de Marinho e Pinto nas legislativas

No centro da polémica do braço de ferro entre camionistas e ANTRAM, Pardal Henriques terá agora o objetivo de entrar no Parlamento e, partir de lá, influir ainda mais a política nacional.

pedro-pardal-henriques-SNMMP
António Pedro Santos / Lusa

O vice-presidente e porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP), Pedro Pardal Henriques, vai ser o cabeça-de-listas do Partido Democrático Republicano, liderado pelo ex-bastonário Marinho e Pinto, pelo círculo eleitoral de Lisboa, dá conta o “Diário de Notícias” (DN) esta quinta-feira, 8 de agosto. Marinho e Pinto, que fundou o partido em 2014, será cabeça-de-lista no Porto.

No centro da polémica do braço de ferro entre camionistas e ANTRAM, Pardal Henriques terá agora o objetivo de entrar no Parlamento e, partir de lá, influir ainda mais diretamente a política nacional.

O advogado conquistou notoriedade como porta-voz do SNMMP, o sindicato que ameaça bloquear o país com uma greve por tempo indeterminado marcada para se iniciar na próxima segunda-feira, dia 12 de agosto, embora não seja motorista de veículos pesados, muito menos de transporte de matérias perigosas.

“As listas ainda não estão definidas”, afirmou o líder do PDR, citado pelo DN. Mesmo assim, Marinho e Pinto não desmentiu que Pardal Henriques seja o número um por Lisboa nas eleições legislativas de 6 de outubro.

“Pardal Henriques é também membro da maior, mais antiga e influente obediência maçónica portuguesa, o Grande Oriente Lusitano, integrando a loja Simpatia e União”, escreveu o jornal da Global Media. O porta-voz do SNMMP recusou comentar o noticiado.

Em 2015, o PDR foi o partido mais votado entre os que não conseguiram eleger deputados e, por isso, ficaram fora da Assembleia da República. Obteve 61,6 mil votos (1,14%), quando o PAN conseguiu eleger um deputado com 1,39% (cerca de 75 mil votos).

Ler mais
Relacionadas
pedro-pardal-henriques

Pardal Henriques faz apelo nas redes sociais: “Recusem trabalho suplementar no próximo sábado e domingo”

Vice-presidente do Sindicato Nacional Motoristas Matérias Perigosas (SNMMP) deixa o apelo numa página da rede social Facebook de apoio aos motoristas de combustíveis.
pedro-pardal-henriques

“Sinto vergonha de ser português”. Pardal Henriques crítica serviços mínimos decretados pelo Governo

Vice-presidente do SNMMP mostrou-se esta quarta-feira contra os serviços mínimos decretados pelo Governo.

Quantos quilómetros faz um Maserati com 15 litros de combustível por dia?

Tendo em conta que as medidas de racionamento ontem anunciadas indicam um máximo de abastecimento de 15 litros de combustível por dia, o carro da preferência do vice-presidente do SNMMP só poderá fazer uma centena de quilómetros em cada dia de greve.
Recomendadas

Ana Rita Bessa: “É muito difícil fazer oposição no Parlamento quando nas redes sociais a oposição vem do próprio partido”

Deputada referiu-se à “fotografia muito difícil” em que apareceu quando o CDS-PP se juntou ao PSD, PCP e Bloco de Esquerda aprovaram a reposição integral do tempo de serviço aos professores na Comissão Parlamentar de Educação.

Nuno Magalhães diz que João Almeida é “quem realmente irrita António Costa”

Antigo líder parlamentar sublinhou que todos os presidentes dos partidos de centro-direita que disputam eleitorado com o CDS-PP têm assento na Assembleia da República.

Ribeiro e Castro confirma apoio a Francisco Rodrigues dos Santos

Antigo presidente do CDS-PP insurgiu-se contra quem dentro do partido utiliza a “linguagem da esquerda” para designar o líder da Juventude Popular como um ultraconservador.
Comentários