Liga NOS: Sporting e Famalicão lideram desconfinamento, com FC Porto a meio da tabela e Braga entre os últimos

Verdes e brancos recuperaram seis pontos em três jogos ao Braga e subiram ao terceiro lugar, único que garante acesso direto à fase de grupos da Liga Europa. Além da luta pelo título entre os enfraquecidos FC Porto e Benfica, a corrida aos lugares europeus é o maior motivo de interesse num regresso do futebol em que o Santa Clara tem o melhor ataque.

O Sporting e o Famalicão, atuais terceiro e quinto classificado da Liga NOS, são as duas equipas que obtiveram melhores resultados desde a retoma do principal campeonato de futebol, somando sete pontos nas três jornadas realizadas em tempos de desconfinamento. Demasiado atrasados para se intrometerem na luta pelo título, na qual o Benfica recuperou um ponto em relação ao FC Porto, pelo que é o atual líder em igualdade pontual, devido à melhor diferença entre golos marcados e sofridos (embora os portistas tenham vantagem no confronto direto, pelo que seriam campeões caso a 27.ª jornada tivesse sido a última), os leões e os minhotos subiram uma e duas posições, respetivamente.

Com duas vitórias e um empate nas três jornadas disputadas no “novo normal” da Liga NOS, sem público nos bancadas e com apenas o treinador principal (ou quem aparecer na ficha de jogo identificado enquanto tal, pois Rúben Amorim, do Sporting, e Custódio Castro, do Sporting de Braga, não têm as qualificações exigidas) dispensado de usar máscara no banco de suplentes, Sporting e Famalicão somaram sete pontos graças a duas vitórias e um empate, sendo o desempenho deste último ainda mais relevante por envolver uma vitória sobre o FC Porto (2-1) e um empate com o Sporting de Braga (0-0), enquanto o adversário mais difícil que o primeiro enfrentou foi o Vitória de Guimarães, empatando a 2-2 no seu terreno.

Tendo o FC Porto e o Benfica feito exibições que aumentaram a contestação aos seus respetivos treinadores, Sérgio Conceição e Bruno Lage, tudo piorou na semana passada para os azuis e brancos, que empataram sem golos com o Desportivo das Aves, o qual segue em último lugar na Liga NOS, enquanto os encarnados ganharam ânimo ao vencerem o Rio Ave por 2-1, tirando partido de duas expulsões de jogadores da casa para a reviravolta no marcador que deixou os dois primeiros classificados empatados com 64 pontos, a 15 de distância do Sporting.

Mas nas três jornadas disputadas desde o início do desconfinamento – já na noite deste domingo teve lugar o Gil Vicente-Desportivo das Aves que arrancou a 28.ª jornada, ficando para terça-feira o Benfica-Santa Clara e o FC Porto-Boavista – outras equipas se destacaram. Desde já, o Santa Clara, que trocou a ilha açoriana de São Miguel pela Cidade do Futebol, no concelho de Oeiras, e não se tem dado mal, com uma vitória e duas empates, além do melhor ataque: seis golos, mais um do que Sporting, Famalicão, Paços de Ferreira e Portimonense. E ainda o Boavista, que venceu duas vezes (tendo o Sporting de Braga entre as “vítimas”) e só sofreu dois golos, consolidando o estatuto de terceira melhor defesa da Liga NOS, só atrás do Benfica e do FC Porto.

O sub-rendimento dos azuis e brancos nas últimas três jornadas levaria a que estivessem a meio da tabela caso só contassem os resultados depois da paragem motivada pela pandemia de Covid-19, mas entre o “pelotão da frente” da Liga NOS há quem esteja bem pior. O Sporting de Braga só conquistou um ponto desde o desconfinamento, o que o deixaria em zona de despromoção nesse “campeonato virtual” e tem consequências potencialmente perigosas no acesso às competições da UEFA na próxima temporada. Até ao início de março na terceira posição, com mais quatro pontos e vantagem no confronto direto com o Sporting, os bracarenses estão agora a dois pontos dos leões e viram o avanço sobre o Famalicão reduzir-se de nove para três pontos.

O terceiro lugar dá acesso direto à fase de grupos da próxima edição da Liga Europa – pois os finalistas da Taça de Portugal, Benfica e FC Porto, têm quase assegurada matematicamente a Liga dos Campeões, tendo o campeão entrada na multimilionária fase de grupos, enquanto o segundo classificado da Liga NOS precisará de ultrapassar a terceira pré-eliminatória para alcançar esse encaixe -, enquanto o quatro lugar implica a terceira pré-eliminatória da Liga Europa e a quinta posição força quem a ocupar a superar dois adversários para chegar à fase de grupos. Atrás do Sporting de Braga (47 pontos) e do Famalicão (44), ainda com esperança de atingir um lugar europeu seguem o Rio Ave (41) e o Vitória de Guimarães (40)

CLASSIFICAÇÃO VIRTUAL DA LIGA NOS DESDE O REGRESSO DOS JOGOS

EQUIPAVITÓRIASEMPATESDERROTASGOLOSPONTOS
1.ºSporting2105-27
2.ºFamalicão2105-27
3.ºBoavista2014-26
4.ºP. Ferreira2015-46
5.ºBenfica1204-35
6.ºSanta Clara1206-55
7.ºPortimonense1205-45
8.ºBelenenses SAD1114-34
9.ºFC Porto1112-24
10.ºMoreirense1112-24
11.ºTondela1112-24
12.ºMarítimo1113-34
13.ºV. Guimarães0304-43
14.ºRio Ave1024-53
15.ºV. Setúbal0214-62
16.ºSp. Braga0122-41
17.ºDesp. Aves0120-41
18.ºGil Vicente0032-60

 

Ler mais
Recomendadas

Vitória de Guimarães vai ter maioria da SAD após acordo com Mário Ferreira

Num comunicado publicado no sítio oficial, o clube minhoto refere que “formalizou um contrato com a Mário Andrade Ferreira, S.A.” para “adquirir, de modo faseado”, até 31 de março de 2022, a “totalidade das ações representativas do capital social da Vitória Sport Clube – Futebol SAD”, por um preço total de 6,5 milhões de euros.

Liga Portugal quer estádios de futebol com até 30% da lotação

A diretora executiva do organismo Sónia Carneiro diz que a ida passa por fazer jogos testes de forma evolutiva com o objetivo de ter cinco mil adeptos nas bancadas.

João Cancelo e Rúben Dias nas 10 transferências mais caras do ‘excêntrico’ Manchester City

Os 10 jogadores do Manchester City que compõem o top das transferências mais caras, custaram 641 milhões de euros, metade do valor de toda a liga portuguesa.
Comentários