Liga sem NOS: As marcas estão a afastar-se do futebol português? Veja o “Jogo Económico”

Nesta edição, vamos debater quais as consequências para a Liga de Clubes relativamente ao afastamento da operadora de telecomunicações NOS, que valia um terço das receitas anuais da entidade. Daniel Sá, diretor executivo do IPAM e especialista em marketing desportivo, é o convidado desta semana.

A Liga de futebol em Portugal vai deixar de ser NOS a partir de junho do próximo ano. A juntar à convulsão que se vive entre clubes e Pedro Proença, com duas demissões na direção do organismo, já se sabe que, a partir de junho de 2021, a Liga vai perder um terço da sua receita anual: 6 milhões de euros.

Neste programa, vamos analisar o impacto financeiro desta decisão e se isto é o princípio do fim de um presidente que em 2019 foi reeleito com 96% dos votos. Estará a operadora NOS a dar tempo para que a Liga encontre um novo patrocinador ou um novo presidente?

Nesta edição, que vai para o ar esta sexta-feira às 19h00 na plataforma JE e nas redes sociais do Jornal Económico e às 19h10 no canal “A Bola TV”, e que vai contar com a presença dos comentadores Luís Miguel Henrique, João Marcelino e Diogo Luís, vamos debater quais as consequências para a Liga de Clubes relativamente ao afastamento da operadora de telecomunicações NOS, que valia um terço das receitas atuais desta entidade. Para esse debate contamos com a presença de Daniel Sá, diretor executivo do IPAM e especialista em marketing desportivo.

Recomendadas

Tecnológicas bateram estimativas no 3º trimestre

Apesar da perda de utilizadores nos EUA por parte do Facebook e da queda de 20% na venda de iPhones por parte da Apple, terceiro trimestre foi positivo para os gigantes tecnológicos.

Alphabet com lucros de 11,25 mil milhões de dólares num terceiro trimestre em que receitas voltaram a crescer

Vindos do primeiro trimestre com uma diminuição de receitas na história da companhia, a empresa-mãe da Google volta agora em força, em parte empurrada pelas verbas associadas à publicidade.

Facebook aumenta lucro no terceiro trimestre impulsionado pela publicidade

A rede social também revela que conseguiu diminuir para metade as despesas relacionadas com “geral e administração”, em grande parte devido ao encerramento de escritórios um pouco por todo o mundo, acompanhando a tendência do teletrabalho.
Comentários