Lisboa entre as melhores cidades para visitar com crianças

O jornal britânico ‘The Telegraph’ realizou uma lista com as melhores cidades europeias para fazer férias com as crianças, e Lisboa aparece na lista.

Fazer viagens em família pode ser algo complicado, especialmente para quem tem filhos. Com a noção deste fator importante, o jornal britânico ‘The Telegraph’ elaborou uma lista com as 12 melhores cidades europeias para visitar com as crianças. Lisboa aparece na lista, juntamente com as cidades mais conhecidas e outras que podem ser consideradas ‘esquecidas’.

O ‘The Telegraph’ compara a capital portuguesa a um cenário de conto de fadas, e considera a cidade um bom destino para viajar em qualquer altura do ano. Ainda que seja a cidade das sete colinas, o jornal sugere um passeio pelas ruas de Alfama até ao Castelo de São Jorge, que retratam como “topo mourisco”. “Raramente demasiado frio ou demasiado quente, é um destino agradável para as crianças durante todo o ano”, é assim que o jornal classifica a última cidade da lista. Um dos grandes atrativos de Portugal é a costa marítima, e por isso os britânicos, conhecidos por migrarem para o Algarve quando começam a aparecer os raios de sol, pedem para os visitantes considerarem uma visita para um dia completo aos subúrbios de Cascais.

Num artigo anterior, publicado em janeiro deste ano, o jornal garante que Lisboa é muito maior que os elétricos amarelos e os pastéis de nata. O jornal considera a arte urbana como uma mais valia do que se pode ver na capital portuguesa, identificando nomes como Nomen e Bordalo II, igrejas que datam ao século XIII e casas culturais e museus como Casa do Alentejo e o Museu Coleção Berardo.

Londres é a primeira cidade a aparecer na lista, onde o ‘The Telegraph’ enaltece os grandiosos parques e praças em cada vizinhança, o que permite entreter os mais novos, enquanto a variedade de museus, estádios e locais desportivos atraem os adolescentes. Caracterizam a torre de Londres e a mudança de guardas reais como as atividades a não perder, além de ainda existirem muitos museus em que a entrada é gratuita.

Amesterdão é a “cidade ideal para as crianças”, sendo que se podem realizar passeios de barco ou bicicleta. Os museus de Van Gogh e de Anne Frank são as maiores atrações para ver e o ‘The Telegraphg aconselha a comprar os bilhetes online para evitar a espera na fila, além do parque temático Efteling.

Copenhaga, Salzburgo, Reykjavik, Roma, Munique, Barcelona, Estocolmo, Dubrovnik e Viena são cidades que também entram na lista para visitar em família.

Ler mais
Recomendadas

Ilhas Faroé estarão “fechadas para manutenção” num fim de semana em 2020

O arquipélago dinamarquês encontrou uma solução para o problema do turismo de massa: fechar o acesso aos visitantes e receber apenas voluntários que participem em projetos de preservação do meio ambiente. A iniciativa, com duração de dois dias, será realizada anualmente.

PremiumQuando Lisboa era um “antro de espiões”

Os Aliados operaram em território português, na Segunda Guerra Mundial, para manterem Portugal (e Espanha) distantes dos nazis. Um esforço, relatado por Mark Simmons em “Operação Ibéria”, que incluiu Salazar, Franco e o banqueiro Ricardo Espírito Santo.

“Raga”: à descoberta da cultura oceânica

Convite para uma viagem pelas tradições e conhecimentos ancestrais dos povos daquele a que chamam de “continente invisível”, a Oceania. Uma reflexão e uma crítica da globalização pelo Nobel francês J.M.G. Le Clézio – a sugestão desta semana da livraria Palavra de Viajante.
Comentários