“Lotação reduzida no Avante”? “É igual ao Estádio do Porto ou do Sporting completamente cheios”, critica Rui Rio

O presidente do PSD diz estar a aguardar “com expectativa” qual a redução da lotação máxima da festa do PCP, referindo que metade de 100 mil é o mesmo que um estádio do Sporting ou do FC Porto cheios.

Depois da Ministra da Saúde ter anunciado que a lotação da Festa do Avante tinha de ser revista e inferior à capacidade máxima (100 mil pessoas), o presidente do PSD questionou em que moldes seria feita essa redução e pediu “coerência” ao Governo.

“Se reduzirem a lotação máxima (100.000 pessoas) em 50%, ela passará a corresponder ao Estádio do Porto ou do Sporting completamente cheios”, escreveu Rui Rio numa mensagem publicada na noite de terça-feira no Twitter.

“Aguardo com expectativa qual será a anunciada redução que o Governo irá fazer, em coerência com a sua obrigação de defesa da saúde pública“, acrescentou o líder social-democrata.

A festa anual do PCP está agendada para setembro e deverá decorrer numa altura em que todos os festivais foram cancelados a mandado do Governo como medida de prevenção contra a Covid-19. Apesar de tudo, a organização garante que vai cumprir todas as regras de distanciamento e higiene. Desde o início da discussão, o PCP argumentou que a Festa do “Avante!” não é um festival de música, mas sim atividade política — logo não abrangida pelo cancelamento dos festivais. Esse argumento foi aceite pelo primeiro-ministro, António Costa, que chegou a dizer: “Não nos passa pela cabeça proibir atividade política”.

Na conferência de imprensa desta segunda-feira, a ministra da Saúde afirmou que a Direção-Geral da Saúde ainda está a definir as regras concretas que serão aplicadas ao evento organizado pelo Partido Comunista Português, sublinhando que ainda está à espera de respostas que foram feitas à organização.

Contudo, Marta Temido deixou uma garantia: embora a lotação máxima do espaço onde o festival se realiza seja de 100 mil pessoas, a capacidade terá de ser reduzida. Porém, não foram dados detalhes sobre como vai ser feita essa redução.

Ler mais
Recomendadas

Marcelo e Costa felicitam Durão Barroso pela nomeação para presidente da Aliança Global para as Vacinas

Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou que Durão Barroso é “mais um Português num cargo internacional particularmente relevante no atual contexto de pandemia coronavírus” e António Costa refere a importância da nomeação “num momento em que esta organização, que Portugal apoia, deverá ter um papel relevante na disponibilização de vacinas”.

Conselho de Estado considera UE uma “mais-valia” para Portugal num contexto “tão complexo e difícil”

Em reunião com a Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, os conselheiros do Estado defenderam o uso de todos os mecanismos para uma “recuperação sustentável e transformadora” e o reforço da participação cívica nas instituições europeias.

“É necessário alterar as atuais políticas agrícolas e comerciais”, diz João Ferreira na cimeira da ONU sobre biodiversidade

Para o candidato à Presidência da República, são precisas “medidas e mudanças concretas se o que queremos são resultados positivos também concretos, em vez de pias proclamações e da repetida constatação, cimeira após cimeira, do avanço da perda de biodiversidade”.
Comentários