PremiumLuanda Leaks: advogado de Isabel dos Santos constituído arguido

Brito Pereira criou ‘offshore’ no Dubai, para onde foi transferido dinheiro da Sonangol. Advogado tem afirmado que não fez qualquer ato de gestão.

Os inquéritos do Ministério Público ao universo das sociedades de Isabel dos Santos já têm arguidos, entre os quais Jorge Brito Pereira, antigo advogado de Isabel dos Santos que foi referido no dossiê Luanda Leaks por ter aberto, pelo menos, duas empresas à filha do ex-presidente de Angola. Brito Pereira foi alvo de buscas da Polícia Judiciária (PJ) na semana passada numa mega operação em várias localidades do país que se estendeu por dois dias.

Na mira da Justiça portuguesa estão suspeitas de branqueamento de capitais e de fraude fiscal relacionadas, entre outras operações, com transferências de mais de 100 milhões de euros da Sonangol para uma consultora no Dubai.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

PremiumImparidades de 841,2 milhões de euros tiram 300 milhões ao lucro do BCP

O BCP teve lucros de 183 milhões de euros, menos 39,4% do que em 2019, graças às provisões de 841,2 milhões de euros no contexto Covid-19. Polónia e Fundos de Restruturação impactaram nas contas.

PremiumEmpresas nacionais terão de fazer um esforço maior para recuperar da crise

Oradores do Observatório sobre “Recuperação Económica depois da Covid-19” preveem recuperação difícil para Portugal devido a escassos apoios e descapitalização das empresas. Mas há oportunidades.

PremiumBloco de Esquerda questiona Novo Banco no Eurobic

Bloquistas perguntam ao Ministério das Finanças sobre a operação e o seu impacto.
Comentários