Macau decreta estado de emergência imediata

A decisão surge após ter sido detetado esta sexta-feira mais um caso de infeção com o novo coronavírus, o 65.º no território.

Macau decretou esta sexta-feira o estado de emergência imediata após detetar mais um caso de infeção com o novo coronavírus, o 65.º no território, informaram as autoridades.

Trata-se de um segurança de um hotel, que tem acolhido pessoas obrigadas a cumprir quarentena no âmbito das medidas de restrição devido à covid-19.

O anúncio surge poucas horas após as autoridades sanitárias terem contabilizado mais um caso, um residente de Macau de nacionalidade turca, de 31 anos, que partiu da Turquia e que efetuou escala e transferência de voo em Singapura, que inicialmente tinha acusado negativo ao teste contra a covid-19, de acordo com o Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus.

Em agosto, após a deteção de quatro casos da variante Delta do novo coronavírus detetados numa família, o Governo de Macau decretou também o “estado de emergência imediata” e a realização de testes à covid-19 para toda a população.

Então, as autoridades anunciaram o encerramento de espaços culturais, desportivos e de diversão, bem como a suspensão ou cancelamento de atividades que se poderiam traduzir na aglomeração de pessoas.

Macau não registou qualquer morte associada à doença ou infetados entre os profissionais de saúde.

No entanto, pouco mais de metade da população está vacinada, apesar de a administração gratuita da vacina estar disponível à população em geral há mais de meio ano.

A resistência à vacina em Macau levou mesmo as autoridades sanitárias a determinarem que os trabalhadores de Macau, nos setores público ou privado, ficam obrigados a fazer um teste à covid-19 a cada sete dias, caso não estejam vacinados.

Recomendadas

Autárquicas: Rosário Farmhouse (PS/Livre) eleita presidente da Assembleia Municipal de Lisboa

A cabeça de lista da coligação “Mais Lisboa” (PS/Livre) à Assembleia Municipal de Lisboa, Rosário Farmhouse, foi esta segunda-feira eleita presidente deste órgão deliberativo do município da capital e comprometeu-se a promover o diálogo sobre o futuro da cidade.

Carlos Moedas toma posse e garante compromissos sem contrariar “princípios fundamentais” do seu programa

O novo autarca da capital coloca como prioridades o apoio aos jovens e aos mais idosos, bem como a habitação e a mobilidade, e lembrou que tem ampla experiência na busca de acordos de compromisso com as mais variadas forças políticas.

OE2022. Prazo para comunicação de faturas passa para dia 5 do mês seguinte ao da emissão

O prazo para as empresas remeterem à Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) as faturas vai passar do dia 12 para o dia 5 do mês seguinte ao da emissão, segundo a proposta do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022).
Comentários