Madeira: Empresas já podem candidatar-se à segunda fase da Linha Investe RAM

A par desta linha, foi hoje também aberto o concurso do Programa de Apoio às Iniciativas Empresariais das micro e pequenas empresas da Região Autónoma da Madeira, o Inicie+. Este SI de apoio ao tecido empresarial da Região tem disponível, a partir desta quarta-feira, uma dotação de 2,5 milhões de euros.

O anúncio foi feito esta quarta-feira pelo Secretário Regional da Economia, Rui Barreto, à margem de uma visita à empresa Autocrescente, no concelho da Ribeira Brava. A partir de hoje, as empresas que concorreram e receberam financiamento da Linha de Crédito Investe RAM podem submeter candidaturas à segunda fase.

“O Instituto de Desenvolvimento Empresarial abriu a reprogramação da Linha Investe RAM”, anunciou o governante, “já usamos 58 milhões de euros de apoio em que vamos permitir que as empresas que concorreram e receberam na primeira fase, possam dobrar esse valor para esgotar os 100 milhões de euros, porque foi esse o objetivo da criação da Linha”.

O responsável pela pasta da Economia na Madeira realçou que foi melhor ter colocado “um tanque maior e o valor financiado vir abaixo do que ter colocado um montante menor e depois tornar-se insuficiente”.

A reprogramação da Linha dos 100 milhões tem o propósito de continuar a permitir que as empresas possam ter a tesouraria necessária para solver as suas responsabilidades nos próximos tempos.

A Investe RAM é uma linha universal, aberta a micro, pequenas e grandes empresas. Rui Barreto garantiu que esta “foi uma linha muito concorrida e inovadora porque tem todas as condições e taxas bonificadas pelo Governo e a possibilidade de conversão na totalidade do montante financiado em fundo perdido”.

A par desta linha, foi hoje também aberto o concurso do Programa de Apoio às Iniciativas Empresariais das micro e pequenas empresas da Região Autónoma da Madeira, o Inicie+. Este SI de apoio ao tecido empresarial da Região tem disponível, a partir desta quarta-feira, uma dotação de 2,5 milhões de euros.

O objetivo é financiar operações de criação, expansão ou modernização de micro e pequenas empresas. O apoio a conceder no âmbito deste sistema reveste a forma de incentivo não reembolsável e não poderá exceder 50 mil euros por projeto, o dobro da primeira fase.

Ler mais
Recomendadas

Madeira regista ligeira descida em processos de insolvência, falência, e recuperação de empresas

No segundo trimestre a Comarca da Madeira teve 135 processos de falência, insolvência, ou recuperação de empresas. Aqui estão incluídos processos entrados, findos e pendentes.

Madeira prevê gasto de 12 milhões de euros em testes ao covid-19

Até ao momento já foram gastos cerca de sete milhões de euros com testes ao covid-19, pelas contas do executivo madeirense.

Madeira tem quebra de 18% nas receitas

Em outubro a Madeira atingiu um superavit de 32 milhões de euros, e teve quebras nas receitas fiscais e despesas. No acumulado do ano a região tem um défice de 36 milhões de euros.
Comentários