Madeira: Governo Regional vai criar linha de crédito bonificada de cinco milhões de euros para setor primário

As medidas de apoio do Executivo regional ao setor agrícola e agroalimentar regional incluem ainda a aquisição às agroindústrias locais, para posterior redistribuição às Instituições de Solidariedade Social da RAM, até 120 mil euros de produtos lácteos diversos.

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, anunciou na quinta-feira o Executivo vai criar “no prazo de 30 dias” uma linha de crédito bonificada no valor de cinco milhões de euros para o setor primário.

Esta linha de crédito tem por objetivo “permitir ajudas à tesouraria e ao relançamento da atividade do setor primário”, bem como permitir aos operadores regionais das várias fileiras (cana-de-açúcar, leite, carne, vinho, banana, expedição de bens, transformação de produtos agropecuários)antecipar ajudas do POSEI (Programa de opções específicas para o afastamento e insularidade).

Esta medida foi anunciada nas conclusões do Conselho de Governo que quer ainda garantir 95% de ajuda à transformação da cana-de-açúcar no âmbito do POSEI 2020, no valor de 161 mil e 500 euros, “por forma a que os produtores deste setor recebam 28 cêntimos por quilo de cana-de-açúcar entregue às agroindústrias”.

Também relativamente ao POSEI, o Executivo madeirense assegura “o reforço e o pagamento célere” das ajudas do POSEI às produções locais (leite transformado, vacas leiteiras, abate de bovinos, abate de frangos de carne, vacas aleitantes e produção de ovos) num montante até 1 milhão e 174 mil euros.

PRODERAM 2020 – Programa de Desenvolvimento Rural da Região Autónoma da Madeira)

No que diz respeito ao PRODERAM 2020 o Governo decidiu autorizar a flexibilização de prazos contratualmente definidos para o início e a conclusão da execução física e financeira dos projetos, autorizar a apresentação de mais número de pedidos de pagamento de apoios intercalares, com faseamento da submissão da despesa e respetivo reembolso.

Além disso, o Governo garante a não penalização de projetos que não atinjam os rácios de execução financeira ou outros previstos como meta, nomeadamente no caso dos jovens agricultores e nas ações leader.

As medidas de apoio do Executivo regional ao setor agrícola e agroalimentar regional incluem ainda a aquisição às agroindústrias locais, para posterior redistribuição às Instituições de Solidariedade Social da RAM, até 120 mil euros de produtos lácteos diversos (requeijão, quijo fresco, sobremesas lácteas, iogurtes e queijadas), assegurando a continuidade da produção e da transformação nesta área do setor pecuário, “garantindo assim a subsistência da importante fileira do leite regional”.

Ler mais
Recomendadas

Madeira: PS pede a Rui Barreto e CDS-PP esclarecimentos sobre alegado financiamento ilegal

Os socialistas madeirenses consideram que os factos denunciados num trabalho da SIC são “graves e colocam em causa a ética e a transparência” exigidas a responsáveis políticos. O PS Madeira reforçam que é preciso um esclarecimento “imediato, cabal e rigoroso sobre o relacionamento entre o principal financiador do Chega e o líder do CDS-PP Madeira”.

Presidente da Assembleia da Madeira apela a partidos para “não inquinarem trabalhos parlamentares” por causa das autárquicas

O presidente da Assembleia da Madeira afirmou que “a Assembleia Legislativa é o primeiro órgão de Governo próprio. Existe para discutir as grandes questões regionais e não para discutir questões municipais ou para fazer campanha eleitoral”.

Madeira regista 20 casos positivos e 14 recuperados de covid-19

A Madeira tem 314 casos ativos de coronavírus, 22 são importados e 292 de transmissão local. Existem 84 situações em estudo pelas autoridades de saúde.
Comentários