Madeira: PS quer mais psicólogos na escola

Os socialistas defendem que a promoção da saúde mental dos alunos deverá ser sempre uma prioridade.

O PS reivindica, num projeto de resolução entregue na Assembleia Legislativa da Madeira, um aumento do número de psicólogos na escola. Os socialistas defendem que a promoção da saúde mental dos alunos deverá ser sempre uma prioridade.

Os socialistas defendem que o impacto causado pela pandemia, nos alunos, em termos psicológicos, pode ter algumas consequências que precisam de uma intervenção rápida, consistentes e coordenada por pare dos profissionais especializados.

O PS considera que a intervenção dos psicólogos, em meio escolar, poderá ser decisiva, em termos de prevenção e diagnóstico precoce, “trabalhando de forma inclusiva o desenvolvimento de competências pessoais e sociais, mas também na ligação aos professores e às famílias, no acompanhamento integrado dos casos que vão surgindo, na formação destas famílias para lidarem com as situações mais complexas.

Os socialistas sublinham que a intervenção do psicólogo na escola é “extensa e diversa”,desde a intervenção psicológica e psicopedagógica, o desenvolvimento vocacional e de carreira, apoio e aconselhamento técnico aos docentes.

Recomendadas

Madeira tem duas situações Covid-19 a serem rastreadas

Miguel Albuquerque referiu que está então a ser feito um trabalho de monitorização e testagem de toda a cadeia de contactos desses dois cidadãos, “no sentido de se prevenir uma situação que se pode eventualmente agravar”.

Madeira: “Não serão autorizados adeptos nos estádios em nenhuma circunstância”, diz Miguel Albuquerque

Estas medidas vão vigorar por 30 dias, sendo reavaliadas findo esse período.

Madeira: Hotéis vão passar a pagar ao IASaúde montantes que recebem dos turistas infetados

Esta medida impõe-se “no sentido de haver uma justa comparticipação nas despesas inerentes ao funcionamento destas mesmas unidades Covid”, referiu o Presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque.
Comentários