Madeira regista mais 27 casos positivos e 15 recuperados de Covid-19

A Madeira passou de 227 para 239 casos ativos de coronavírus, 92 são importados e 147 de transmissão local. Existem 64 situações em estudo pelas autoridades de saúde.

A Madeira registou mais 27 casos positivos de Covid-19, totalizando 10.360, e mais 15 recuperados, que passam a totalizar 10.046. Casos ativos passam de 227 para 239, indicam os dados da Direção Regional de Saúde (DRS).

Dos novos casos confirmados de coronavírus oito são importados (quatro tiveram proveniência de Lisboa e Vale do Tejo, dois da Suíça, um do Reino Unido e um do Brasil) e 19 casos foram de transmissão local.

Dos casos ativos 92 são importados e 147 de transmissão local. 66 estão em isolamento em unidade hoteleira, 167 no alojamento, e seis estão hospitalizadas no Hospital Dr. Nélio Mendonça (seis em Unidades Polivalentes).

Existem 64 situações em estudo pelas autoridades de saúde, “estando estas relacionadas com viajantes identificados no aeroporto, contactos com casos positivos ou outras situações reportadas à linha SRS24 ou provenientes dos vários postos de testagem da região autónoma”.

Em vigilância ativa devido a contactos com casos positivos estão 538 pessoas, e 45.276 pessoas estão também a ser acompanhadas pelas autoridades, com recurso à aplicação MadeiraSafe.

A operação de rastreio de viajantes nos portos e aeroportos da região já realizou 279.264 testes à Covid-19, e o laboratório de Patologia Clínica do SESARAM, EPERAM já processaram 553.411 testes ao coronavírus.

Já foram realizados 73.997 testes rápidos de antigénio.

A Linha SRS24 (800 24 24 20) já recebeu 59.070 chamadas e a Linha de Apoio Psicológico da Direção Regional da Saúde (291 212 399) já realizou 3.790 atendimentos.

Recomendadas

CNE alerta que é proibido propaganda na véspera e dia de eleições

A comissão avisa que “entende-se por ‘propaganda eleitoral’ toda a atividade que vise direta ou indiretamente promover candidaturas, seja dos candidatos, dos partidos políticos, dos titulares dos seus órgãos ou seus agentes, das coligações, dos grupos de cidadãos proponentes ou de quaisquer outras pessoas, nomeadamente a publicação de textos ou imagens que exprimam ou reproduzam o conteúdo dessa atividade”.

“Lisboa estava em sentada em tanto dinheiro de impostos que nem sabia o que lhe fazer”, realça candidato da IL a Lisboa

Na última edição do programa “Primeira Pessoa, da plataforma multimédia JE TV, Bruno Horta Soares considera que é importante estancar o aumento de trabalhadores na Câmara Municipal de Lisboa e diminuir os “10 a 12 milhões em avenças e os 13 milhões em horas extraordinárias”.

Peritos apostam na vacinação, testagem, medidas sanitárias e gestão de risco

A testagem foi igualmente defendida pela especialista do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto. Neste aspeto, sobressaiu a defesa de um ajuste nas estratégias de testagem, através da “identificação de populações de maior risco e promoção dos testes gratuitos” em locais validados e incluindo grupos vacinados.
Comentários