Madeira: Sidraria do Santo da Serra inaugurada amanhã

Oportunamente, o projeto será complementado com uma Sidraria Central, a instalar na ex-Biofábrica, na Camacha, que, para além de conferir o necessário apoio laboratorial às sidrarias locais, vai dispor de equipamento mais evoluído para produzir sidras naturais mais elaboradas (método “charmat” para sidra gaseificada e método “champanhês” para produzir sidra espumante).

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, vai inaugurar na próxima terça-feira a Sidraria do Santo da Serra, em Machico, instalada num espaço do Centro Cívico local.

O investimento na Sidraria foi de 183 mil euros, sendo que 119 mil euros referem-se  a custos da empreitada de beneficiação e adaptação do espaço e os outros 64 mil são atinentes à aquisição de equipamentos tecnológicos específicos para a produção e comercialização de sidras.

Salienta-se que o Governo Regional decidiu promover o projeto de construção e equipamento das Sidrarias da Madeira, de forma a maximizar o elevado potencial da sidra regional e conferir a esta bebida tradicional a mais adequada abordagem aos mercados consumidores, alavancando a produção de maçãs e pêros de variedades regionais.

Este projeto contempla a construção e equipamento de uma rede de mini-sidrarias coletivas, com o objetivo de dotar a Região Autónoma da Madeira de unidades modelares de serviço público de transformação de maçãs, pêros e, eventualmente, de pêras, para a obtenção dos vários tipos de sidras e, quando possível, de vinagres de sidra e de outros géneros alimentícios à base destes produtos.

O objetivo é que estas sidrarias sejam unidades prestadoras de serviços aos agricultores, com o objetivo de ultrapassar as dificuldades que se colocam à produção e preparação para colocação no mercado das suas sidras, proporcionando-lhes condições e tecnologias adequadas à obtenção de bebidas que, para além de satisfazer as disposições normativas e as exigências de higiene e segurança alimentar que lhes são aplicáveis, possam apresentar uma qualidade superior e as características próprias de especificidade e genuinidade e/ou de inovação que permitam a sua diferenciação e valorização nos mercados.

Oportunamente, o projeto será complementado com uma Sidraria Central, a instalar na ex-Biofábrica, na Camacha, que, para além de conferir o necessário apoio laboratorial às sidrarias locais, vai dispor de equipamento mais evoluído para produzir sidras naturais mais elaboradas (método “charmat” para sidra gaseificada e método “champanhês” para produzir sidra espumante).

Ler mais
Recomendadas

APRAM recebe 4,3 milhões de euros de indemnização compensatória

A verba serve para compensar a APRAM pelas “atividades de interesse público que lhe estão confiadas” pela região, e dizem respeito a 2020.

França inicia operação de encerramento de central nuclear

França encerrou a central nuclear de Fessenhein.

Câmara do Funchal reconhece trabalho de guias turísticos do Funchal

“É graças a vós que a difusão da nossa História e Cultura, das nossas tradições e da nossa maneira de estar é exaltada, e que aqueles que nos visitam levam um pouco do Funchal pelo mundo fora”, salientou.
Comentários