Madeira tem cinco milhões de euros para apoio a viagens de estudantes

Estão também definidos mais 1,4 milhões de euros para o regime de mobilidade e transportes.

O Plano e Programa de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento da Região Autónoma da Madeira (PIDDAR), em 2020, referente à vice-presidência do Governo Regional, aloca uma verba de cinco milhões de euros para apoio às viagens aéreas dos estudantes.

O PIDDAR define também mais 1,4 milhões de euros para o regime de mobilidade e transportes.

Os 6,4 milhões de euros, que englobam o apoio às viagens do estudantes e ainda para o regime de mobilidade e transportes, têm como fonte financeira o executivo madeirense.

A vice-presidência vai ainda dispor de 100 mil euros para Orçamento Participativo, e cinco milhões de euros para expropriações para o Hospital Central da Madeira, com verbas nacionais.

De referir que o PIDDAR para a Madeira em 2020 está fixado em 548 milhões de euros.

Recomendadas

JPP questiona regime de exceção para Aeroporto da Madeira

Em causa está a ausência de um registo matricial do aeroporto da Madeira, o que faz com que a infraestrutura do ponto de vista legal não exista, diz o JPP. Em resposta o PSD questionou se o JPP pretende fazer uma providência cautelar que encerre o Aeroporto da Madeira para esclarecer esta situação com as consequências que daí advém e se será o município de Santa Cruz a gerir a infraestrutura aeroportuária.

PS acusa Governo da Madeira de dissimulação na aquicultura

Os socialistas referem que o executivo nas vésperas de eleições “ajusta o plano se existir uma questão que incomode e cause mossa nos resultados eleitorais” e que depois das eleições “faz as coisas à sua maneira”.

Assembleia da Madeira discute três propostas de subida do salário mínimo regional

A proposta do Governo Regional visa fixar o valor do salário mínimo regional enquanto que PS e PCP reivindicam uma subida de 5% nos vencimentos.
Comentários