Maiores bancos fecham primeiro semestre com menos 240 agências e 1.474 trabalhadores

Os cinco maiores bancos a operar em Portugal perderam 240 agências e 1.474 trabalhadores entre o primeiro semestre de 2020 e o mesmo período deste ano, segundo contas da Lusa com base nos dados divulgados pelas instituições.

No primeiro semestre deste ano, Caixa Geral de Depósitos (CGD), BCP, BPI, Santander Totta e Novo Banco perderam 240 agências em Portugal face ao mesmo período de 2020.

No final de junho do ano passado, os bancos contavam em conjunto com 2.343 agências, vendo esse número reduzido num ano para 2.103.

A meio deste ano, o BPI contava com 386 agências, a CGD com 543, o Santander Totta com 368, o Novo Banco com 348 e o BCP com 458.

Já quanto a trabalhadores, a redução foi de 1.474 pessoas nos cinco maiores bancos a operar em Portugal.

No final de junho de 2020, as cinco maiores instituições contavam, de forma agregada, com 29.701 trabalhadores, e um ano depois esse número caiu para 28.227, confirmando a tendência dos últimos anos.

No final do semestre, em Portugal, a CGD contava com 6.515 trabalhadores, o Santander Totta com 5.765, o BCP com 6.937, o BPI com 4.562 e o Novo Banco com 4.448.

Os cinco principais bancos a operar em Portugal registaram, no primeiro semestre, um lucro agregado de 708,4 milhões de euros, com o BCP a ser o menor contribuidor.

Recomendadas

Lesados do BPP congratulam-se que a comissão liquidatária do banco tenha libertado primeira informação desde 2010

A Comissão Liquidatária do BPP veio a público dizer que só pode pagar a credores depois de pagar ao Estado e não pode fechar a liquidação enquanto houver ações judiciais pendentes (para recuperar ativos). Hoje, em comunicado, a Privado Cliente congratulou-se que a CL tenha comunicado, “pela primeira vez desde 2010” e espera que “este passo seja o início de uma nova fase entre as duas entidades”. Mas desafia-a a dar mais informação.

Fitch espera que 20 bancos europeus apresentem bons resultados líquidos no terceiro trimestre

Numa análise a 20 bancos europeus, onde não consta nenhum português, a Fitch realça que a maioria dos bancos tem lucros sólidos este ano, apoiados por mercados de capitais dinâmicos e por uma recuperação da banca comercial.

Banco Montepio liquida filial de Cabo Verde (com áudio)

Uma mudança na lei em Cabo Verde levou o Banco Montepio decidir pela liquidação e dissolução da filial. Mas os depósitos estão assegurados.
Comentários