Mais de dois milhões de pessoas já ativaram a Chave Móvel Digital

A Chave Móvel Digital (CMD) permite aos cidadãos e profissionais acederem aos principais serviços da Administração Pública de forma segura e simples, substituindo a autenticação do Cartão de Cidadão. Este sistema, introduzido em 2018, já conta com mais de dois milhões de adesões.

 

A utilização da Chave Móvel Digital (CMD) garante aos cidadãos e profissionais o acesso a serviços através dos websites da Administração Pública, de forma simples e segura, incluindo a Segurança Social, Finanças, Serviço Nacional de Saúde (SNS) e outros portais privados. E mais de dois milhões de portugueses já ativaram a CMD, que permite, por exemplo, renovar o Cartão do Cidadão através do serviço online.

“Mais de dois milhões de Chaves Móveis Digitais, o meio de autenticação e assinatura digital certificado pelo Estado português que permite ao utilizador realizar diversos serviços online, já foram utilizadas para aceder a portais públicos ou privados e assinar documentos digitais”, revela o Executivo nesta sexta-feira, 23 de julho.

O Governo dá ainda conta de cerca de 200 protocolos assinados, o que representa mais de 375 portais e sistemas públicos e privados que recorrem à Chave Móvel Digital como ferramenta de autenticação ou para a realização dos seus serviços, o que representa já um universo de 379 portais e sistemas integrados com a CMD.

Através de um login único, os cidadãos podem aceder a vários sites públicos e privados, de setores empresariais como a Banca, Telecomunicações, Energia, Saúde, Turismo, Educação, entre outros e, também, realizar inúmeros serviços online como o pedido de renovação do Cartão de Cidadão ou da Carta de Condução, o pedido de Registo Criminal, Alteração de Morada, entre muitos outros.

O Governo realça que com a CMD é possível “realizar serviços a partir de casa, sem deslocações, ou filas de espera, através de um processo que garante a mesma segurança e eficácia do presencial”, acrescentando que com esta identidade digital, é possível assinar todo o tipo de documentos como contratos de promessa compra e venda, certificados, contratos de serviços, entre outros, a partir de qualquer lugar.

Ligado ao Cartão de Cidadão, a Chave Móvel Digital permite identificar o utilizador perante os serviços online da Administração Pública, dispensando a leitura do chip do cartão. O sistema combina um PIN e a identificação do utilizador através do número de telemóvel, e reforça a segurança enviando um código temporário por SMS.

O acesso ao Portal da Saúde é um dos serviços públicos que obriga a utilizar o CMD ou o Cartão de Cidadão na autenticação dos utentes. Através deste site os utilizadores podem pedir a isenção de taxas moderadoras, marcar consultas, renovar a medicação crónica, aceder ao Boletim de Vacinas e consultar as suas receitas.

Também  é possível pedir a Chave Móvel Digital e senhas para serviços públicos através da televisão, caso seja cliente de serviço TV da Vodafone. Os clientes da empresa podem também usar a app para pedir senhas de atendimento no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT), ou num balcão da Segurança Social.

Reconhecida pela União Europeia como um meio de identificação eletrónica com o nível de segurança «Elevado», e que preenche os mais elevados padrões de segurança europeus, o Executivo lembra ainda que recebeu ao longo dos anos diversas distinções, nacionais e internacionais, nomeadamente o Prémio Navegantes XXI na categoria Administração Pública Digital, o World Summit Award Mobile e o Portugal Digital Awards na categoria Best Digital Transformation Project.

 

Recomendadas

PremiumRuben Eiras: “Solar e eólicas offshore serão mais competitivas que o nuclear em 2040”

A massificação da produção de hidrogénio não dependerá da eletricidade gerada pelo nuclear, admitiu o ex-diretor-geral da Política do Mar e secretário geral do Fórum Oceano ao Jornal Económico.

Crescimento da economia deverá ficar acima dos 4,5% em 2021

O novo cenário macroeconómico que acompanhará a proposta do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) também trará uma revisão em alta das perspetivas para o mercado de trabalho, já que as expectativas sobre a evolução do emprego e o desemprego são mais positivas do que o Governo antecipou quando apresentou o Programa de Estabilidade.

Autárquicas: António Costa promete que os municípios terão mais mil milhões de euros

“O Estado não passa responsabilidades na educação, na saúde ou não ação social, sem transferir também para os municípios os recursos financeiros necessários para que possam exercer essas competências”, afirmou o líder socialista num comício da candidatura do PS naquele município liderado pelo empresário e engenheiro civil Manuel Machado, que se candidata pela terceira vez.
Comentários